Consultor Jurídico

Caldeirão de desumanidade

OAB-RR denuncia que presos têm partes do corpo deformadas por bactérias

Retornar ao texto

Comentários de leitores

15 comentários

doutor Rubens R. A. Lordello (Advogado Autônomo - Civil)

O IDEÓLOGO (Cartorário)

A carência para a Aposentadoria por invalidez é de doze contribuições mensais.
Dificilmente um "rebelde primitivo" consegue cumprir a sua obrigação, porque está preocupado com seus altos rendimentos originários de atitudes ilícitas.
O tratamento concedido aos membros da sociedade não pode ser desequilibrado, favorecendo os meliantes em prejuízo do cidadão da "Civitas".
Finalmente, a preocupação de todos é com os vivos e não com os mortos. É necessário recuperar o "rebelde primitivo" para a vida produtiva, em uma visão, eminentemente capitalista.

Ao Ideólogo

Rubens R. A. Lordello (Advogado Autônomo - Civil)

Quanto ao seu questionamento.
Eu não defendi amenidades aos presos. Reitero que a punição deve ser dura, mas civilizada masmorras contaminadas não são civilizadas. Daí é melhor a pena de morte.
No aspecto econômico, classifico como burrice tornar o preso inválido e depois aposentá-lo por invalidez e sermos nós "os pagadores" da aposentadoria.
Para economizar palavras, no mais apoio o comentário do Vinicius.
Pontuo que a Constituição é mais de nossa responsabilidade que dos presos "comuns".
Se eu me lembrar do constituinte que elegi e encontrá-lo na rua e, se eu tiver forças, dou-lhe uma mão de pau, pelas cláusulas pétreas.

O estado

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Se o Estado não adota um sistema repressivo eficiente, o povo adota comportamento de "priscas eras", consistente na vingança "Suspeito de estuprar e matar criança é linchado e esquartejado no Amazonas" https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2020/01/18/suspeito-de-estuprar-e-matar-crianca-e-linchado-e-esquartejado-no-amazonas.htm?utm_source=chrome&utm_medium=webalert&utm_campaign=noticias.
Acordem advogados, acordem de seus sonos letárgicos!!!

Quem são os rebeldes primitivos?

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Com a Constituição de 1988 foram enaltecidos os direitos em detrimento das obrigações.
Os "rebeldes primitivos", expressão emprestada do historiador marxista Erick Hobsbawm e adaptada ao contexto brasileiro, sufragados por intelectuais que abraçaram o pensamento do italiano "Luigi Ferrajoli, expresso na obra "Direito e Razão", passaram a atuar em "terrae brasilis" em agressão à ordem estabelecida, ofendendo os membros da comunidade.
Aqueles despossuídos de prata, ouro, títulos e educação especial, agredidos pelos rebeldes, passaram a preconizar a aplicação draconiana das normas penais, com sustentação no pensamento do germânico Gunther Jabobs, resumido no livro "Direito Penal do Inimigo". Acrescente-se, ainda, a aplicação das Teorias Econômicas Neoliberais no Brasil, sem qualquer meditação crítica, formando uma massa instável e violenta de perdedores, fato previsto pelo economista norte-americano, Edward Luttwak, no livro denominado "Turbocapitalismo".
Diante desse "inferno social" o Estado punitivo se enfraqueceu.
O STF em sua missão de proteção social através da Constituição recuou, e permitiu que indescritíveis, insaciáveis, impiedosos e covardes rebeldes primitivos, não se recolhessem às masmorras públicas e continuassem na prática de seus atos censuráveis.
Pederastas, homicidas, caluniadores, feminicidas, estelionatários e toda sorte de "elementos", com o beneplácito de intelectuais, saíram das cadeias.
Diante do atrito entre o pensamento do intelectual, preocupado com questões abstratas, e a dura realidade enfrentada pelo povo, a principal vítima dos rebeldes, a Democracia soçobra.

"Rebeldes Primitivos" - O IDEÓLOGO

Vinicius (Advogado Autônomo - Administrativa)

Prezado, O IDEÓLOGO
Se os presos são, como você costuma chamá-los, rebeldes primitivos, o Estado não deve e não poder ser... É simples assim... Você tem uma postura absolutamente imprópria para o mundo jurídico criminal... E não me venha com essa estorinha de "leva para a sua casa", pois eu não tenho que levar ninguém para a minha casa, para defender o básico do básico, quanto aos direitos humanos... Ninguém aqui prega que os presos devam ganhar "mimos" do Estado, mas, enquanto presos forem, a responsabilidade é do Estado.
Você, provavelmente, é daqueles que pensam que "auxílio reclusão" é pago com o seu dinheiro... tsc tsc tsc... Não sabe nada.
Em sua postura, você se iguala aos "rebeldes primitivos".

Prezados comentaristas

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Doutor Jose R (Advogado Autônomo), Islan Learsi (Bacharel - Civil), fabiogatt (Comerciante), Doutor Rubens R. A. Lordello (Advogado Autônomo - Civil) e Dr.Carlos. msj (Advogado Autônomo - Tributária), vejo preocupação com esses bárbaros, insensíveis, imprestáveis e incoerentes "rebeldes primitivos?
Pergunto-vos: - E as vítimas desses ensandecidos rebeldes? Ninguém se preocupa com as pessoas que sofreram os atos desses criminosos, por quê?
É a resposta que precisa ser dada.

Contradição

carlos.msj (Advogado Autônomo - Civil)

O Estado brasileiro é pura contradição. A maioria desses presos foram condenados por tráfico, que é crime contra a saúde pública. Aí os caras são presos e o Estado comete crime contra a saúde desses presos. Vai entender.

Contradição

carlos.msj (Advogado Autônomo - Civil)

O Estado brasileiro é pura contradição. A maioria desses presos foram condenados por tráfico, que é crime contra a saúde pública. Aí os caras são presos e o Estado comete crime contra a saúde desses presos. Vai entender.

Barbárie e descaso

Rubens R. A. Lordello (Advogado Autônomo - Civil)

Barbárie e crueldade!
O estado tem o dever de punir o criminoso e devolvê-lo íntegro a força de trabalho. Quando o inutiliza sobrecarrega a sociedade com dependentes. É cruel, mas é fato.
Além disso desperdício do dinheiro público, porque esses presos ganharão as ações indenizatórias contra o estado.
Logo, o poder judiciário, mais uma vez falha vergonhosamente.

Aids

fabiogatt (Comerciante)

A comemoração de alguns me faz lembrar o surgimento da Aids como castigo aos gays e que ninguém mais além deles seria atingido ( por programação matemática divina). Vamos ver como se comportará o resto da sociedade quando essa praga contaminar funcionários dos presídios e suas famílias e em seguida o resto da população. A sociedade não aprende, nunca!

Deus é justo

Islan Learsi (Bacharel - Civil)

Os homens não cumprem a Lei, extrapolam seus próprios limites em palavras, corrompem Leis maiores advindas da nossa própria natureza, da nossa Terra e ainda reclamam das consequências.
A verdade é que para os homens se matarem, na maioria das vezes, nem o Diabo, nem muito menos o próprio Deus precisam agir. Pelas próprias mãos se mutilam e morrem, murmuram da própria soberba e ignorância.

Auxílio psicólogico para o ideológico

O JR (Advogado Autônomo)

O caso é de procurar ajuda especializada, acredite!

Denuncia contra o 666 na ONU

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Eminente e culto Doutor José R (Advogado Autônomo):
O inefável advogado pretende adotar um rebelde primitivo?
Vossa Senhoria poderá levá-lo para o escritório e cuidar dele, permitindo que trabalhe como auxiliar de serviços jurídicos.
O ilustre advogado olhará para ele, e ele olhara para V. Sa. E ambos olharão para o futuro e o futuro para vocês.

Denúncia contra o 666 na onu

O JR (Advogado Autônomo)

É caso a se levar à Comissão de Direitos Humanos da ONU, já que internamente nada se fará.
Isso é uma vergonha para o nosso País, onde mandam o discípulo do Brilhante Ustra e o 666!
E ainda temos de ler as “considerações” do comentarista O Ideólogo...

Deus não é justo

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Os rebeldes primitivos praticaram crimes.
Como a pena é muita branda no Brasil, quase imperceptível, e a Justiça dos Homens, não é feita, Deus exige o seu tributo, lançando sobre esses criminosos a sua "fúria".
A lei é injusta para a vítima e justa para o criminoso. E Deus não é justo.

Comentar

Comentários encerrados em 27/01/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.