Consultor Jurídico

Comentários de leitores

6 comentários

vaidade

elias nogueira saade (Advogado Autônomo - Civil)

Vaidade ou ignorância a afirmativa de que foi o primeiro a suscitar tal argumento jurídico. Agora, imputar que o envolvimento da Odebrecht foi um " "plano "do imperialismo americano", é ridículo e risível ,pois é público e notório que o seu cliente Lula era amigo do fundador daquela empresa e avô do Marcelo.

Bolchevismo mafioso

Rivadávia Rosa (Advogado Autônomo)

Há, seguramente, mas o avanço da tática de ‘guerra assimétrica’ instrumentalizada com o objetivo de inverter os fatos e alterar a verdade pela dialética marxista, que preconiza justamente o “fim do Direito”.
A militância sempre engendra rótulos para projetar o ódio e os crimes que eles próprios praticam ou planejaram e/ou pretendem cometer, segundo a tática: “Acuse os outros de fazer o que você está fazendo”. Lênin [Vladimir Illitch Uliânov]
Ademais, nunca admitem seus próprios erros/crimes nem permitem que a realidade desminta sua ideologia sociopolítica criminosa, como se revelou no maior saque apropriação dos cofres públicos de que se tem notícia.

Lawfere e o caso Lula

Nelson Capeleti (Advogado Assalariado - Civil)

Ainda que o ex presidente fosse culpado, o processo que o condenou é esdruxulo. Tão esdruxulo, frágil, que os procuradores do MP alegaram não terem provas, mas convicção.

Despiciendo dizer que houve corrupção, desde sempre, diga-se. Despiciendo dizer que a maioria dos partidos utilizava-se de caixa 2.

Despiciendo dizer que valeram-se desta realidade torpe da política brasileira para perseguir desafetos políticos. Lula, ainda que culpado é um deles. E eu digo que assim o é haja vista que o processo levado a efeito contra si não tem provas, mas apenas a crença dos acusadores e uma sentença de juiz parcial, referendada por um Tribunal parcial.

Lawfare no Lava Jato

DeonísioKoch (Advogado Autônomo - Tributária)

Tudo leva a crer que os defensores do Lula usam como estratégia de defesa a publicação de seu livro discorrendo sobre o Lawfare, na tentativa de dar maior densidade jurídica a sua tese de inocência do réu. Admitir que toda a acusação criminal seja produto de uma guerra jurídica, como pretende demonstrar a defesa, seria desprestigiar a inteligência de todos os magistrados que firmaram a sua posição pela condenação do ex-presidente. Necessário lembrar que o caso foi examinado por duas instâncias: em juízo singular na primeira, e em colegiado, pela segunda. Será que todos esses julgadores são desprovidos de qualquer capacidade de discernimento ou são irmanados em conluio contra o acusado?

Muito bom.

Willian AlPag (Estudante de Direito - Administrativa)

Artigo esclarecedor e muito útil para conhecermos essa prática.

Um exemplo de lawfare

Helio Telho (Procurador da República de 1ª. Instância)

Um caso clássico de lawfare é o que fazem contra Deltan Dallagnol, usando o CNMP e o The InterceptBR.

Mas isso o CONJUR não mostra.

E disso os articulistas não falam, né?

Comentar

Comentários encerrados em 9/01/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.