Consultor Jurídico

TV ConJur

"Sou radicalmente contra a transmissão das sessões do STF", diz Sérgio Bermudes

Retornar ao texto

Comentários de leitores

11 comentários

Quem quer babcalhau? Terezinha ? Huhu...

Riobaldo (Advogado Autônomo - Civil)

Excelente matéria para reflexão as vésperas da quaresma após o carnaval...O colega Bermudes se diz contra as Sessões do STF divulgadas ao vivo pela televisão. Discordo em parte pelo fundamento mais simples que existe. Quanto mais exposição pública de suas excelências, mais envaidecidas e deslumbradas ficarão ao calor e luz dos holofotes,, Daí, mais se aproximarão daquele que tem sido ao longo dos milênios o pecado preferido do Diabo: a vaidade - 'Vanitas vanitatis et omnia vanitas." Uma instituição composta por agentes públicos vaidosos, ficará exposta a todos os vícios da virtude. E como toda instituição em decadência, impõe-se uma reforma saneadora e de viés verdadeiramente democrático.

Quem quer babcalhau? Terezinha ? Huhu...

Riobaldo (Advogado Autônomo - Civil)

Excelente matéria para reflexão as vésperas da quaresma após o carnaval...O colega Bermudes se diz contra as Sessões do STF divulgadas ao vivo pela televisão. Discordo pelo fundamento mais simples que existe. Quanto mais exposição pública de suas excelências, mais envaidecidas e deslumbradas ficam pelo calor e luz dos holofotes,, Daí, mais se aproximam daquele que tem sido ao longo dos milênios o pecado preferido do Diabo: a vaidade - 'Vanitas vanitatis et omnia vanitas'. Nada mais frágil, nada mais fácil de manipular que um sujeito vaidoso...De corolário, um Estado Juiz com essa conformação estará fadado ao ridículo, ao escárnio, et ipso facto, ao total descrédito dos seus jurisdicionados.Tenho dito.

Quem quer babcalhau? Terezinha ? Huhu...

Riobaldo (Advogado Autônomo - Civil)

Excelente matéria para reflexão as vésperas da quaresma após o carnaval...O colega Bermudes se diz contra as Sessões do STF divulgadas ao vivo pela televisão. Discordo pelo fundamento mais simples que existe. Quanto mais exposição pública de suas excelências, mais envaidecidas e deslumbradas pelos holofotes, mais se aproximam daquele que tem sido ao longo dos milênios o pecado preferido do Diabo: a vaidade - 'Vanitas vanitatis et omnia vanitas'. Nada mais frágil, nada mais fácil de manipular que um sujeito vaidoso...De corolário, um Estado Juiz com essa conformação estará fadado ao ridículo, ao escárnio, et ipso facto, ao total descrédito dos seus jurisdicionados.Tenho dito.

Sim e não

Dartagnan Ferreira (Escrivão)

Concordo em parte com o nobre advogado. Ao se tornar vitrine realmente o STF inflou os egos dos Ministros a dimensões nababescas. A exceção, em minha opinião, é do Ministro Barroso. Me parece ser o mais centrado e coerente. Entretanto, se não se tornar público as decisões e as sessões que outra maneira terá a sociedade de fiscalizar o que ali é dito e feito? O STF, por não ser apenas um tribunal jurídico, mas também político, tem de ser monitorado pela opinião pública. Se já televisionado vemos atuações escabrosas, toscas e de causar escárnio desses senhores, o que dirá se tudo fosse às escondidas? Há de se ter um meio termo entre a discrição e a publicidade. Afinal, a publicidade não é princípio administrativo e constitucional, inclusive de validade dos atos administrativos?

Contra fatos, não há argumentos

Joao Sergio Leal Pereira (Procurador da República de 2ª. Instância)

Tem razão o advogado Sergio Bermudes ao registrar sua contrariedade ao televisamento das sessões do Supremo Trbunal Federal. Realmente, é fato que a partir das transmissões dos julgamentos a vaidade aflorou em alguns dos integrantes da Corte Suprema. Daquele instante em diante, o que se viu - e ainda continua a se verificar - é a soberba de homens que, imaginando-se acima da Constituição Federal, pretendem reescrevê-la, como se constituintes originários fossem. Me solidarizo e faço coro à advertência do brilhante causídico. Todos devemos submissão à Carta Magna, aí incluídos os membros do STF.

STF

José Carlos Silva (Advogado Autônomo)

Tem toda a razão o nobre causídico. Uma leitura de voto de mais de duas horas, pra que? Nem os próprios Ministros que estão ali acompanham a leitura. Teria que ser um resumo da fundamentação e o voto. Quem quiser a fundamentação na íntegra, que acesse o Processo.

Brasil Sério?

Lincoln Silva (Advogado Autônomo - Civil)

Se o Brasil fosse uma país sério eu concordaria. O problema é que os ministros do STF não indicados politicamente e devem favor, são amigos de advogados etc. Ganham milhões por ano com com salários e penduricalhos. Nem sempre o que serve para os EUA serve aqui. Por fim, as decisões dias magistrados da suprema corte não mudam de acordo com a pessoa.

Certíssimo

JA Advogado (Advogado Autônomo)

Concordo com o Dr. Bermudes. Depois que começaram as transmissões pela TV, afloraram as vaidades de suas Excelências e se agigantaram os egos, em prejuízo do conteúdo das decisões e da serenidade que se espera de qualquer magistrado. E proporcionaram sessões de verdadeiros pugilatos verbais jamais vistos na história do STF, fazendo nascer inimizades inaceitáveis numa suprema Côrte.

Stf e publicidade.

6345 (Advogado Autônomo)

A publicidade é muito importante. Vaidades no mundo jurídico não é é nunca foi novidade. Publicidade e transparência, e, quem sabe, não iniba alguns "embargos auriculares" favoráveis à parte mais íntima e prejudiciais àqueles que não são íntimos do poder?

Perguntaram sobre a filha de Fux?

Saul Godman (Advogado Associado a Escritório - Criminal)

Perguntaram como foi possível que a filha do ministro Fux tenha se tornado desembargadora do TJ/RJ pelo quinto constitucional sem nunca ter sido advogada, apresentando apenas uma carta apresentada por Sérgio Bermudes?
É preciso esclarecer.

Nossa, porque será?

Schneider L. (Servidor)

Seria relevante apontar que o escritório do causídico emprega familiares de magistrados de todas as instâncias, ou a transparência também seria radicalmente repudiada?

O que falar das festas que comparecem altos magistrados que julgarão seus processos, e algumas das teses esquisitas que são acolhidas?

Melhor é ser radicalmente contra a transparência, mesmo. Atuar nos bastidores chama menos atenção

Comentar

Comentários encerrados em 1/03/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.