Consultor Jurídico

Notícias

Cancelamento de CNPJ

Juiz determina extinção de torcidas organizadas de times do Recife

Duas semanas após um tumulto provocado entre membros de torcida organizada do Sport durante evento de comemoração dos 106 anos de fundação do Santa Cruz, quando se enfrentaram na estação Tancredo Neves do Metrô do Recife, na zona sul, o juiz Augusto Sampaio Angelim, da 5ª Vara da Fazenda Pública, decretou nesta terça-feira (17/2) a extinção compulsória da Torcida Jovem do Sport, da Inferno Coral e da Fanáutico.

Santa Cruz x Sport, o "clássico das multidões"
Divulgação

Também determinou que cada uma pague à Justiça 10% dos honorários advocatícios do valor da causa. A sentença foi resultado de duas ações movidas pelo Ministério Público de Pernambuco contra as organizadas, em 2012 e 2014.

Angelim oficiou a Receita Federal cancelar os CNPJs das três torcidas organizadas, assim como o Banco do Brasil tomar todas as medidas cabíveis.

Na primeira ação, apresentada pelo Ministério Público em 2012, além das três maiores torcidas organizadas de Pernambuco, foram citados ainda o Estado de Pernambuco, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a Federação Pernambucana de Futebol (FPF), além de Náutico, Sport e Santa Cruz.

0118424-33.2012.8.17.0001

Revista Consultor Jurídico, 18 de fevereiro de 2020, 19h54

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/02/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.