Consultor Jurídico

Notícias

Nota de repúdio

Procuradores repudiam fala de Guedes de que servidores são parasitas

A Associação dos Procuradores do Estado de São Paulo (Apesp) divulgou nota de repúdio à fala do ministro da Economia, Paulo Guedes, que comparou os servidores públicos com "parasitas" durante uma palestra na capital paulista em que discutia a reforma administrativa.

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilGuedes comparou servidores públicos a "parasitas" durante palestra em São Paulo

"A Apesp lamenta a agressão verbal do ministro, ressaltando que os servidores públicos do Estado de São Paulo e do Brasil desempenham um trabalho de vital importância para a sociedade e ao funcionamento da administração pública. Os servidores públicos estão presentes na vida da população em áreas vitais como educação, saúde, justiça, segurança e transporte. Caso se utilizasse ou necessitasse destes serviços, o ministro saberia certamente valorizá-los", diz a nota.

A Apesp citou que, entre as suas relevantes atuações, os procuradores do estado recuperam anualmente bilhões de reais na cobrança da dívida ativa, defendem judicial e extrajudicialmente o Estado de São Paulo, gerando vultosas economias ao erário, e prestam consultoria e assessoria à administração, viabilizando projetos e políticas públicas.

"Dessa forma, a Apesp, não apenas refuta a pecha de “parasitas” atribuída aos servidores públicos, como também convida o ministro a se informar melhor sobre a importância que os servidores públicos têm para o povo que mora no Estado de São Paulo e no Brasil", concluiu a associação.

Revista Consultor Jurídico, 7 de fevereiro de 2020, 20h07

Comentários de leitores

3 comentários

Nota da Redação - comentário ofensivo Comentário editado

Rubens Cavalcante da Silva (Serventuário)

Comentário ofensivo removido por violar a política do site.

Nota da Redação - comentário ofensivo Comentário editado

Rubens Cavalcante da Silva (Serventuário)

Comentário ofensivo removido por violar a política do site.

Sentiram as dores

Bruno Castellar (Advogado Autônomo - Administrativa)

Para quem servir a carapuça....

Comentários encerrados em 15/02/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.