Consultor Jurídico

Notícias

"Conteúdo inadequado"

Governo de Rondônia censura clássicos da literatura brasileira e mundial

Começou a circular nesta quinta-feira (6/1), nas redes sociais, um memorando da Secretaria de Educação de Rondônia com uma lista de livros que deveriam ser recolhidos das escolas por serem classificados como “conteúdos inadequados” a crianças e adolescentes.

Coronel Marcos Rocha deve ser o primeiro governador a ingressar nas fileiras do novo partido do presidente Jair Bolsonaro
Reprodução/Facebook

A lista reúne obras de alguns dos principais autores brasileiros como Machado de Assis, Caio Fernando Abreu, Carlos Heitor Cony, Euclides da Cunha, Ferreira Gullar, Nelson Rodrigues, Mário de Andrade e Rubem Fonseca. Nem mesmo clássicos da literatura universal como “O Castelo”, de Franz Kafka, e “Contos de Terror, de Mistério e de Morte”, de Edgard Alan Poe, escaparam da censura.

A versão inicial do secretário de Educação Suamy Vivecanda foi de que tanto a lista como o memorando eram falsos. Após ser confrontado pela Folha de S.Paulo, com imagens do documento dentro do sistema da pasta, ele afirmou que não acompanhou os trabalhos da secretaria durante a semana e que as obras não seriam recolhidas.

O governador é o coronel Marcos Rocha (PSL-RO). Aliado do presidente Jair Bolsonaro, já declarou que pretende deixar sua atual legenda para ingressar nas fileiras do Aliança. Deve ser o primeiro governador a se unir à nova legenda.

Confira abaixo reprodução de memorando que pede recolhimento de livros "inadequados" em Rondônia:

Revista Consultor Jurídico, 6 de fevereiro de 2020, 21h13

Comentários de leitores

9 comentários

Gente Perigosa

Silveriojf (Advogado Autônomo - Civil)

Levaram ao poder um tipo de gente perigosa, de extrema direita que em tudo quer ver sua marca reacionária estampada. Nesse Brasil do retrocesso que vivemos em âmbito federal e em alguns estados temos de ficar atentos, atentos a todas tentativas de censura e opressão, se deixar implantam uma ditadura para fazerem o que querem, e nada querem de bom.

Responder

Nota da Redação - comentário ofensivo Comentário editado

Marcílio Lima de Carvalho (Funcionário público)

Comentário ofensivo removido por violar a política do site.

Responder

Eita Brasil

joaovitormatiola (Serventuário)

A gente consegue se livrar de um bando de malucos ideológicos pra cair na mão de outro. Pelo menos os malucos de agora sabem que não é bom gastar mais do que se ganha (apesar de alguns economistas mundo afora agora estarem defendendo que é só imprimir mais dinheiro). Tomara que um dia os malucos fiquem longe do poder.

Responder

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 14/02/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.