Consultor Jurídico

Direto da Corte

18 anos no ar

TV Justiça estreou nova programação nesta segunda-feira

Reprodução

A TV Justiça veicula nova programação desde esta segunda-feira (3/1). A mudança quer ampliar o canal direto entre o cidadão e o conhecimento jurídico, a fim de se aproximar ainda mais da audiência.

Essa aproximação, ressaltada pelo ministro Dias Toffoli ao assumir a Presidência do Supremo Tribunal Federal, será reforçada pelo compartilhamento do conteúdo nas redes sociais da própria TV Justiça e nas contas do STF no Twitter e no Youtube. A mudança editorial leva em conta ainda dicas, sugestões e comentários recebidos do público por meio do WhatsApp.

Além da nova identidade visual, um dos destaques são os interprogramas, vídeos de curta duração veiculados nos intervalos da programação que têm o objetivo de explicar e informar os telespectadores sobre ações do Judiciário, direitos e deveres dos cidadãos.

Na próxima segunda-feira (10/1), às 19h, estreia o programa História e Justiça, apresentado pelo secretário de Comunicação do STF, Marcio Aith. No primeiro episódio, o entrevistado será o jornalista e escritor Laurentino Gomes, que está lançando uma trilogia de livros sobre o tema escravidão. Outra novidade é o programa Cinematógrafo, produzido pela parceira Rede Minas.

A TV Justiça iniciou suas atividades em agosto de 2002 por meio da Lei 10.461/2002, sancionada pelo ministro Marco Aurélio num período de exercício interino da Presidência da República. A primeira transmissão de uma sessão plenária ocorreu três dias depois. Com informações da assessoria de imprensa do Supremo Tribunal Federal.

Sintonize a TV Justiça:
Rede Digital - canal 53.1;
Net Brasília - canal 26;
Embratel - canal 120;
GVT - canal 232;
Oi - canal 21;
SKY - canal 167;
Star Sat - canal 27;
Telefônica - canal 691; e
Canal da TV Justiça no YouTube

Revista Consultor Jurídico, 3 de fevereiro de 2020, 21h32

Comentários de leitores

0 comentários

A seção de comentários deste texto foi encerrada.