Consultor Jurídico

Breves momentos

TRT-3 confirma reversão de demissão de trabalhadora que não usou máscara

Retornar ao texto

Comentários de leitores

5 comentários

Já o empregador ...

José Cuty (Auditor Fiscal)

Se naqueles 13 minutos um auditor-fiscal do trabalho encontrasse a empregada sem a máscara, teria autuado o empregador por deixar de exigir o uso do equipamento de proteção individual (CLT, art. 157, inciso I, c/c item 6.6.1, alínea a, da NR-06). E não adiantaria nada o empregador alegar as atenuantes (box com barreiras frontal e laterais — predominantemente com a cabeça abaixada e apoiada sobre os braços, respeitando o distanciamento social mínimo e sem manter nenhum contato com outras pessoas).

Pl23/2020

Bartolomeu Dias de Araujo (Administrador)

Bolsonaro desobedece norma sanitária reiteradamente, o que fazer ??? O EPI ou EPC visa proteger o trabalhador ou pessoa do risco de exposição, ela como profissional expôs todos os outros colegas com esta atitude gravíssima. E incentiva outros a tomar o mesmo caminho, em não cumprir normas sanitárias.

Difícil

JB (Outros)

Se o vídeo atestou que a empregada não ofereceu perigo para os colegas, ainda estava no distanciamento e protegida por pilares não vejo porque o chilique dos comentários acima, está difícil esse nosso país de 2019 até nos dias de hoje.

A especializada

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

A Especializada erra, erra, erra...e erra.

proporcionalidade

Patricia Ribeiro Imóveis (Corretor de Imóveis)

entendeu-se que não usar máscara durante uma crise sanitária não é comportamento grave...
Eis a justiça do trabalho!

Comentar

Comentários encerrados em 6/01/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.