Consultor Jurídico

Truco e Retruco

Após nova decisão de Martins, Crivella vai a domiciliar

Após determinação do ministro Humberto Martins, presidente do Superior Tribunal de Justiça, o prefeito afastado do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, enfim deixou o presídio de Benfica, na noite desta quarta-feira (23/12).

Crivella deixou a prisão na noite
desta quarta-feira (23/12)
Tânia Rêgo/Agência Brasil

Após ter sido preso preventivamente na manhã de terça, a defesa do político impetrou um Habeas Corpus no STJ e, no fim do dia, a ordem foi concedida por Martins, que determinou a substituição da preventiva por prisão domiciliar, além do cumprimento de medidas cautelares.

No entanto, ao longo desta quarta, o prefeito continuou sob custódia. Isso porque o desembargador plantonista no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro não concedeu o alvará de soltura, apenas remetendo o caso para apreciação da relatora do processo na corte fluminense, desembargadora Rosa Helena Penna Macedo Guita.

A magistrada, contudo, tampouco expediu o alvará. Em vez disso, mandou expedir mandado de verificação e busca e apreensão, para que telefones, celulares, computadores e outros aparelhos de comunicação fossem retirados da casa de Crivella. Ela também ordenou às empresas de telefonia fixa e internet a interrupção dos respectivos sinais e que se providenciasse a colocação de tornozeleira eletrônica no político.

A defesa de Crivella, no entanto, diante da recalcitrância da corte fluminense, já havia endereçado novo pedido ao STJ, resultando na determinação de Martins para soltura imediata do mandatário. 




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 23 de dezembro de 2020, 20h07

Comentários de leitores

4 comentários

Correta decisão do Presidente do STJ

Professor Luiz Guerra (Advogado Sócio de Escritório - Comercial)

Desnecessária a prisão do prefeito do Rio de Janeiro diante das provas já colhidas pelo Ministério Público. Sem sentido a prisão de Crivella. Correta a decisão do presidente do STJ - que relaxou a prisão, transformando-a em prisão domiciliar. Sem sentido encarcerar o prefeito se há outros meios disponíveis na legislação. A prisão cautelar ou preventiva deve ser tanto quanto possível evitada.
Professor Luiz Guerra

correta?

mwcadv (Prestador de Serviço)

tb acho correto soltar o andre do rap, Fernandinho beira mar, nem da rocinha tudo e colocar em casa , afinal, nao tem mais risco, ja foram presos e seus amiguinhos desarticulados. Que inocencia hein? qdo o kra é da favela ou nao é do meio politico, ferro e tranca nele, MAS se for politico e apadrinhado, CASA nele. kkkk, É o direito tupiniquim, nao prende realmente quem precisa estar preso.

Doutor crivella

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

O Doutor Crivella e o Ministro Humberto Martins são evangélicos. O filho do Ministro é "novo Ronaldinho do Direito" em Brasília, fato publicado na Revista Crusoé.
Evangélico ajuda evangélico.

evangelico?

mwcadv (Prestador de Serviço)

MEU DEUS, eles se dizem evangélicos ainda kkkk, estou perplexo com essa "evolução humana", cada vez pessoas mais ética e coerentes com os ensinamentos da biblia, hehehehe. Como sera o conceito de justiça daqui uns tempos hein? so prende quem nao é da panelinha?

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 31/12/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.