Consultor Jurídico

"Apetite pelo dinheiro"

Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella é preso a 9 dias do fim do mandato

Retornar ao texto

Comentários de leitores

7 comentários

Quem (tendo o que perder) quer ser prefeito?

Joro (Advogado Autônomo)

Atividade temerária, de alto risco, ser gestor da coisa pública no Brasil do Sérgio Moura!
Quem - de juízo - se habilita?

A realidade é a melhor resposta

Lucas eterno aprendiz (Estudante de Direito)

Sim, de fato, quem quer ser prefeito no Brasil com essa perseguição aos governantes? Na eleição para prefeito no Rio de Janeiro até faltou candidato! O Judiciário teve que fazer anúncios nos jornais, televisão e todo meio de midiático... inclusive o atual prefeito não quis nem disputar a reeleição... mas, como um homem íntegro que é, ficou até o final de mandato, pena que o judiciário continua trabalhando no recesso...

Comentário

Afonso de Souza (Outros)

Sim, ficou muito mais arriscado ser corrupto no país de Moro e da Lava Jato.

Comediante.

Tarquinio (Advogado Autônomo - Empresarial)

As vezes eu acho que o comentarista Joao fala de forma irônica em 100% de suas postagens.

Condenação por antecipação

olhovivo (Outros)

Embora possa ser tudo confirmado o quanto relatado na denúncia, o que só uma sentença condenatória transitada em julgado poderá dizê-lo (após o exercício do direito de defesa), a realidade é que aqui nas terras tupiniquins o princípio da presunção de inocência, apesar de cláusula pétrea, é ignorado por quase todos, inclusive profissionais do Direito. É uma insanidade jurídica que acomete a mente humana de forma instantânea. Triste país.

Pastor marcelo crivella

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

Conheci o pastor Marcelo Crivella. É uma excelente pessoa, porém, acredito que, deixou-se envolver pela religião que o levou para prisão.
Precisa de um "renascimento".

midiática

Radgiv Consultoria Previdenciária (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Mais uma prisão midiática. Porque não prenderam antes, se havia corrupção? Prisão para ofender a honra, apenas. Lamentável que o Poder Judiciário tome decisões desse jaez. A prisão tem que ser medida de exceção, mediante a prova robusta contra o indiciado. Aqui se prende para humilhar. Não importa a quem, a prisão no Brasil tem o caráter de humilhação e execração pública.

Comentar

Comentários encerrados em 30/12/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.