Consultor Jurídico

Novo triênio

Situação vence eleição e garante terço do conselho diretor da Aasp

A chapa da situação conquistou um terço do conselho diretor da Associação dos Advogados de São Paulo (Aasp). Em eleição desta terça-feira (1º/12), a Chapa 1 conquistou 930 dos 1.646 votos e garantiu os postos para o próximo triênio.

O presidente da OAB-SP, Caio Agusto dos Santos, participou da votação desta terça
Reprodução

A situação é composta pelos advogados e advogadas Antonio Carlos de Almeida Amendola, Clarisse Frechiani Lara Leite, Flávia H. Clito Fornaciari Dórea, Leonardo Guerzoni Furtado de Oliveira, Paula Lima H. dos Santos Oliveira, Rodrigo Rocha Monteiro de Castro e Silvia Rodrigues Pereira Pachikoski.

As chapas 3 e 2, de oposição, receberam respectivamente 516 e 191 votos. Houve sete votos nulos e dois brancos. No próximo dia 16, os eleitos se reúnem com o restante do conselho para a indicar a nova diretoria para o ano de 2021.

A eleição ocorre após polêmica envolvendo transporte para capital paulista, local da votação. O presidente da OAB-SP, Caio Augusto dos Santos, anunciou na semana passada que a entidade contrataria transporte para trazer eleitores do interior e influenciar na eleição. A seccional paulista negou posteriormente.

Caio Augusto compareceu para votar. Antes, porém, divulgou um vídeo pedindo votos para sua chapa. Pela situação, compareceram às urnas o ex-presidente Michel Temer, Mario Sérgio Duarte Garcia, Alberto Zacharias Toron, Belisário dos Santos Júnior, ex-secretário de Justiça de São Paulo, inclusive entregando panfletos, Celso Mori, José Roberto Batochio, Carlos José Santos da Silva, o Cajé, presidente do Cesa, entre outros.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 1 de dezembro de 2020, 19h16

Comentários de leitores

3 comentários

Chapa 3 era a PIOR

Eliel Karkles (Advogado Autônomo - Civil)

Vi as propostas... A chapa 3 era a PIOR... Ufah!

Conseguiu um feito quase inédito...

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Antecipou a disputa e tudo indica, unirá a oposição.
Não votei na situação em 2018 e agora tenho a obrigação de votar contra a "sede de poder" e o "apego às estruturas".
Que venha a alternância qualificada em 2021!

Brancaleone!

Joro (Advogado Autônomo)

Nunca deve o sapateiro ir além das sandálias (no caso, além das botinas)!

Comentários encerrados em 09/12/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.