Consultor Jurídico

Escolha do PGJ

Ferreira Lima é eleito pelo MP-SP para concorrer a vaga no CNJ

O procurador Marco Antônio Ferreira Lima foi eleito pelos membros Ministério Público de São Paulo para concorrer a uma vaga no Conselho Nacional de Justiça. Candidato único, ele obteve 1.344 votos — 100% dos votos válidos. Houve 149 votos brancos e 240 nulos. 

MP-SP elegeu nesta terça (1º/12) nome para concorrer a uma vaga no CNJ
MP-SP/Divulgação

Cada estado tem o direito de apresentar um procurador para concorrer à vaga no CNJ. Entre os representantes dos 27 estados do país, opProcurador-Geral da República aponta o indicado para a vaga. O escolhido passa ainda por sabatina no Senado.

"É o nosso candidato oficial ao CNJ", afirmopu o procurador-Geral de Justiça, Mario Sarrubbo, ao encerrar o processo remoto de votação, pouco depois das 17 horas desta terça-feira (1°/12).

Sarrubbo destacou o alto índice de participação da classe (91,9% dos habilitados) no pleito, frisando que o MP-SP organizou uma eleição "rápida, moderna e democrática".

Ferreira Lima é mestre em Direito Penal e Doutor em Direito Processual Penal, autor de diversas obras jurídicas e artigos científicos e está no magistério há 28 anos. Foi procurador do Estado de São Paulo e advogado antes de ingressar no MP-SP em 1989. Já compôs o Órgão Especial do MP-SP e, atualmente, atua perante a 11ª Câmara Criminal do TJ-SP.

Quem ocupa a vaga do MP dos estados no CNJ atualmente é Ivana Farina Navarrete Pena, do Ministério Público de Goiás. Ela foi indicada pela então Procuradora-Geral da República Raquel Dodge, após os processos eleitorais em seu estado e em âmbito nacional.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 1 de dezembro de 2020, 18h37

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 09/12/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.