Consultor Jurídico

Combate à Covid-19

STJ adota novas medidas para evitar contágio em suas dependências

Por meio da Instrução Normativa 14/2020, o Superior Tribunal de Justiça adotou medidas temporárias de segurança para o controle de acesso e a permanência de pessoas em suas dependências, em virtude da epidemia do coronavírus.

STJSTJ adota novas medidas para evitar contágio em suas dependências

As medidas, que passaram a valer nesta sexta-feira (21/8), incluem a medição da temperatura corporal de todos os que acessarem o STJ, com termômetros infravermelhos; o uso obrigatório de máscaras que cubram o nariz e a boca durante toda a permanência no local; e a preservação de distância mínima de dois metros entre as pessoas, na recepção e demais dependências.

Os servidores que trabalham com atendimento ao público devem se empenhar em evitar aglomerações, observando o limite máximo de pessoas em cada ambiente, para assegurar o distanciamento social.

Quem apresentar temperatura igual ou superior a 37,8º C não poderá ingressar no tribunal. Os visitantes serão orientados a procurar uma unidade de saúde. Tratando-se de servidor ou colaborador, será encaminhado ao serviço de saúde do STJ para avaliação e adoção das medidas cabíveis, sempre acompanhado por integrante da segurança.

Está temporariamente suspenso o acesso do público externo aos auditórios, à Biblioteca Ministro Oscar Saraiva, ao museu e demais espaços de uso coletivo. Para cadastramento de novos visitantes, os documentos necessários devem ser colocados sobre o balcão de recepção, a fim de evitar contato do portador com a equipe de segurança.

A recusa em se submeter às medidas previstas na instrução normativa impedirá a entrada ou a permanência nas dependências da corte. Com informações da assessoria de imprensa do STJ.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 21 de agosto de 2020, 19h23

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/08/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.