Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

Demonização do judiciário

Carlos Linneu (Auditor Fiscal)

Pequeno artigo do professor Lênio, mas um dos melhores. O Direito possui um ser imutável, parmenídeo, que o define e que resiste ao varejo doutrinário e principalmente a moralismos.
lênio é grande na teoria do Direito. Lamentável nas opiniões da política brasileira.

Clausewitz

Rodrigo Capez (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

O artigo do Professor Lênio evocou-me um artigo que escrevi para obra coletiva em homenagem aos 10 anos do Ministro Dias Toffoli no STF, intitulado “As fricções entre o exercício da jurisdição constitucional e os demais Poderes: autocontenção e prudência”.
Tomo a liberdade de transcrever a conclusão desse artigo, por sua pertinência com o tema tratado pelo articulista:
Carl von Clausewitz, em antológica obra (Da Guerra) assentou que “a guerra não é outra coisa senão a continuação da política de Estado por outros meios”.
Parafraseando Clausewitz, a jurisdição constitucional há de permanecer vigilante para não se transformar em mero instrumento de continuação da política por outros meios, com todos os riscos institucionais inerentes a essa opção.
É isso ...

Como bem dizia Otto von Bismarck

carlos.msj (Advogado Autônomo - Tributária)

"Com leis ruins e juízes bons ainda é possível governar. Mas com juízes ruins as melhores leis não servem para nada."

Ruim e ruim

acsgomes (Outros)

Pobre do Brasil que tem leis ruins, juízes ruins e muitos dos piores estão nos tribunais superiores.....

Comentar

Comentários encerrados em 21/08/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.