Consultor Jurídico

Assembleia Legislativa

Deputados em São Paulo criam Frente Parlamentar da Advocacia

Foi lançada nesta terça-feira (11/8), Dia do Advogado, a Frente Parlamentar da Advocacia, na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

Deputada estadual Damaris Moura (PSDB-SP)
Dianny Aguilar

A "fita de inauguração" foi simbolicamente cortada em ato solene virtual, realizado em associação com a OAB-SP, transmitido ao vivo pela TV Alesp e pelo YouTube da OAB-SP, com a presença de cerca de 400 advogados.

"A frente é mais um instrumento de defesa e fortalecimento das prerrogativas da advocacia, que, em última análise, defende e fortalece a sociedade, a democracia, o estado democrático de direito e a dignidade humana", disse a deputada Damaris Moura (PSDB).

O evento contou com a participação do presidente da OAB-SP, Caio Augusto dos Santos, do presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo (Caasp), Davanzo Luís Ricardo, e do presidente da Comissão Especial de Relações com o Poder Legislativo da seccional, Orlando Paixão.

O evento também teve a presença do vice-presidente da Alesp, deputado Gilmaci Santos (Republicanos); e da deputada Janaina Paschoal (PSL), uma das componentes da nova frente, que já congrega 20 parlamentares. "Trago algumas sugestões para discutirmos nesta frente, como o direito irrestrito dos advogados terem acesso aos autos processuais e a possibilidade de o parlamentar advogado utilizar seus conhecimentos advocatícios em prol da população", apresentou Janaina.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 11 de agosto de 2020, 17h46

Comentários de leitores

2 comentários

193 anos cursos jurídicos X 26 exploração cativos da OAB

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Salve o dia 11 de agosto dia dos advogados
Por Vasco, Vasconcelos, escritor, jurista e abolicionista contemporâneo .
Recomendo a leitura dessa Aula Magna disponível: https://www.gentedeopiniao.com.br/opiniao/os-193-anos-dos-cursos-juridicos-x-26-anos-de-exploracao-dos-cativos-dos-oabr/>Alô Senhores membros da Organização Internacional do Trabalho – OIT, Organização dos Estados Americanos – OEA, Tribunal Penal Internacional – TPI e Organização das Nações Unidas – ONU, Ministério Público Federal – MPF, e os omissos e subservientes Deputados Federais e Senadores da República, até quando os Senhores vão aceitar: Lesões à ordem jurídica e a direitos constitucionalmente garantidos relacionados a FRUSTRAÇÃO AO EXERCÍCIO REGULAR DE DIREITOS DOS TRABALHADORES?
O trabalho análogo a de escravos, a escravidão moderna da OAB? E também a fraude da Lei nº8.906/94 (Estatuto da OAB), a qual não foi votada nas comissões de praxe do Congresso Nacional, não foi debatida com a sociedade, fatos estes denunciados pela Associação Nacional dos Bacharéis em direito – ANB, junto ao MPF, Congresso Nacional e até junto ao Egrégio Supremo Tribunal Federa. O projeto de Lei 2.938/1992 que deu origem ao Estatuto da Advocacia Lei n° 8.906/1994 foi aprovada mediante fraude. Não foi votada pelo Plenário da Câmara Federal e nem pelo Senado Federal como exige o Regimento Interno e a Constituição Federa. A Lei 8.906/1994 tem grave vicio formal e material insanável. Trata-se de uma fraude. A ANB Associação Nacional dos Bacharéis em Direito, Ajuizou a ADI 6278/2019 no STF questionando a referida Lei. (..) Os 400 mil cativos da OAB, exigem o respeito ao direito ao primado do trabalho e a dignidade da pessoa humana. DIPLOMA DE ADVOGADO, JÁ. Chega de exploração...

Aplausos para a Frente Parlamentar da Advocacia !!!!

Rejane G. Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

É a voz do cidadão no Parlamento.

Comentários encerrados em 19/08/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.