Consultor Jurídico

Razões sanitárias

OAB adia mais uma vez data da prova da 2ª fase do Exame de Ordem

A data da prova 2ª fase do Exame Unificado de Ordem, que seria aplicada em 31/5, foi mais uma vez adiada pela entidade. A provável nova data é 28/6, mas novo calendário ainda será divulgado.

Originalmente, o exame seria feito em 5/4, mas já havia sido postergado uma vez — para 31/5.

Provável nova data é 28/6Reprodução

Segundo comunicado emitido pela coordenação do exame, o objetivo do adiamento é "auxiliar na diminuição da propagação do coronavírus (Covid-19), bem como a proteção da saúde de todos os inscritos na prova".

Clique aqui para ler o comunicado

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 28 de abril de 2020, 16h54

Comentários de leitores

1 comentário

Depois dos plagios OABFGV deveriam sepultar o caça níqueis

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Por Vasco Vasconcelos escritor jurista e abolicionista contemporâneo Brasília DF.
Depois que no último EXAME caça níqueis OABFGV serem FLAGRADAS PLAGIANDO vergonhosamente questões de outra Banca examinadora para FERRAR ainda mais seus CATIVOS e aumentar o lucro da OAB essa EXCRESCÊNCIA perdeu de vez a credibilidade e tem que ser sepultada URGENTE.
Mas quem lucra com o trabalho análogo à de escravos a escravidão moderna da OAB não tem nenhum interesse em abolir o trabalho análogo à de escravos a escravidão moderna da OAB. Nos Estados Unidos, em face da pandemia da COVID-19 o Estado de Utah aboliu essa EXCRESCÊNCIA. Lembrando que nos EUA aplicação do exame é feita pelo Estado e não Por sindicatos. Vinte e seis anos OAB vem se aproveitando dos governos omissos covardes e corruptos para impor sua máquina de triturar sonhos e diplomas gerando fome desemprego depressão síndrome do pânico doenças psicossociais e outras comorbidades diagnósticas uma chaga social que envergonha o país dos desempregados e dos aproveitadores que lucram com a escravidão moderna da OAB moderna da OAB. O fim dessa EXCRESCÊNCIA significa inserir no mercado de quase 400mil CATIVOS ou escravos contemporâneo OAB devidamente qualificados pelo Estado MEC jogados ao banimento num verdadeiro desrespeito à dignidade da pessoa humana. O Brasil último país a acabar com a escravidão. A escravidão foi a abolida á há 131canos mas até hoje as pessoas são tratadas como coisas para delas tirarem proveitos e econômicos.

Comentários encerrados em 06/05/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.