Consultor Jurídico

Nova experiência

TST faz primeira sessão telepresencial em razão da epidemia de Covid-19

O Tribunal Superior do Trabalho realizou nesta quarta-feira (22/4), pela primeira vez, uma sessão telepresencial de julgamentos. Com transmissão em tempo real pelo canal do TST no YouTube, a 7ª Turma se reuniu para julgar uma pauta de 13 processos. Presente à abertura da sessão, a presidente do TST, ministra Maria Cristina Peduzzi, disse que a iniciativa aproxima o TST e a Justiça do Trabalho ainda mais dos jurisdicionados. 

TSTSessão telepresencial da 7ª Turma do TST

De acordo com a ministra, o projeto deverá alcançar paulatinamente não só as turmas, mas também os demais órgãos da Corte. “Desde o início da quarentena estamos utilizando as sessões virtuais, mas agora com as telepresenciais esperamos chegar ao máximo possível das antigas sessões presenciais”, afirmou.

Na abertura, a presidente do TST destacou o pioneirismo do presidente da 7ª Turma, ministro Cláudio Brandão, e a coordenação do ministro Agra Belmonte no projeto que viabilizou a instalação das salas virtuais.

O ministro Agra Belmonte lembrou o trabalho de servidores e de toda a equipe para que a sessão fosse possível. “Quem assiste ao julgamento telepresencial em funcionamento não imagina a quantidade de pessoas, quase todas confinadas pela pandemia, que fizeram treinamento para a utilização do programa e lidaram com difíceis procedimentos técnicos”, ressaltou. 

Segundo o ministro, não se trata de uma live, em que simplesmente se admite o ingresso de uma pessoa para falar, e sim de um sistema que atua junto com o plenário eletrônico do TST e que permite em tempo real a transmissão simultânea no mesmo ambiente virtual, "agregando todos os interessados, com todas as características e requisitos, como se fosse uma sessão fisicamente presente”.

No encerramento da sessão, o ministro Cláudio Brandão disse que foi uma experiência nova e interessante. “Estamos cada um em suas residências, experimentando uma realidade diferente, por conta da determinação de distanciamento social”, assinalou. 

As sessões presenciais do TST foram suspensas em 18/3 em razão da epidemia do coronavírus. Desde então, os processos vinham sendo julgados regularmente por meio do Plenário Virtual. No entanto, em 4/4, a direção do tribunal autorizou as sessões telepresenciais por todos os órgãos julgadores, com valor jurídico equivalente ao das sessões presenciais. Com informações da assessoria de imprensa do TST.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 22 de abril de 2020, 15h35

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/04/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.