Consultor Jurídico

Academia

Da Redação

Estudo consolidado

OAB e FGV lançam pesquisa sobre o Exame de Ordem nesta terça

O Conselho Federal da OAB  lança, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), a quarta edição da publicação Exame de Ordem em Números. O lançamento acontecerá em webinar nesta terça-feira (14/4), às 10h, promovido pelo site JOTA em comemoração aos 10 anos de aplicação do exame unificado.

Participarão da conversa o presidente do Conselho Federal da OAB, Felipe Santa Cruz, o coordenador acadêmico do Exame e ministro do Superior Tribunal de Justiça, Marco Aurélio Bellizze, com moderação do jornalista Felipe Recondo.

Como mostrou a ConJur, proporcionalmente ao número de inscritos, o número de aprovados no Exame de Ordem oriundos da faculdades públicas ainda é maior do que os estudantes de instituições particulares. Segundo o estudo, a média de aprovação das instituições pública é de 39%, enquanto a das particulares é de 17%. A publicação examinou os resultados desde o VIII Exame de Ordem (2012) até a XXIX edição (2019).

Clique aqui para fazer a inscrição

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de abril de 2020, 13h04

Comentários de leitores

2 comentários

Falibilidade do EXAME DA OAB

Ana Paula Simões (Outros)

Considerando que, a Ordem dos Advogados do Brasil impõe necessidade do Exame de Ordem, para evitar um prejuízo social aos cidadãos, visto que a aprovação habilita os Bacharéis absolutamente aptos para exercer a Advocacia, vejamos;
Considerando que, o Exame de Ordem evita que Bacharéis em Direito inaptos sejam inserido na advocacia, e consequentemente prejudicar o cidadão, enquanto, o Bacharel em Direito aprovado está totalmente apto para tal, como vossas excelências explicam as centenas de milhares de processos disciplinares em razão da imperícia técnicas dos advogados?
Por outro norte, os demais cursos, como por exemplo, medicina, engenharia e outros, não exigem qualquer crivo para exercer a profissão, a exemplo do Médico que tem o condão de preservar a vida, e o Engenheiro Civil, é responsável pelo o que, pela vida? Destarte, é compreensível que tenham Código de Ética, processos disciplinares, sanções etc., visto não haver nenhum filtro separando os aptos do Inaptos, E ainda, considerando que, o Exame da Ordem só aprova pessoas aptas para exercer Advocacia, não seria incoerente que haja um código de Ética de Disciplina, e ainda, processos administrativos findos e em andamento por imperícia técnica e outros, afinal, o Exame separa não joio do trigo?
Bacharéis em Direito tem que ser aprovado no exame para evitar prejuízo ao cidadão, por imperícia técnica, estudante de medicina não faz exame de aptidão, e agora exerce a profissão sem conclusão de 100% do curso, onde está a proteção do cidadão, visto perder a vida por imperícia médica não é um prejuízo para sociedade?E ainda, no que tange a qualidade no ensino do Direito no Brasil, as Universidade Pública e Particulares, tem em seu corpo docente: Doutores, Mestres, Advogados, ,ão são qualificados ?.

Responder

Fim urg.trab.análogo à de escravos a escravidão moderna OAB

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Por Vasco Vasconcelos escritor jurista e abolicionista contemporâneo Brasília DF.
Vinte e seis anos OAB vem se aproveitando dos governos omissos covardes e corruptos para impor sua máquina de triturar sonhos e diplomas gerando fome desemprego depressão síndrome do pânico doenças psicossociais e outras comorbidades diagnósticas uma chaga social que envergonha o país dos desempregados e dos aproveitadores que lucram com o trabalho análogo à de escravos a escravidão moderna da OAB. Trata-se do JABUTI de ouro da OAB plantado na fraudulenta Lei n.8.906/94.
Depois que no último EXAME caça níqueis OABFGV serem FLAGRADAS PLAGIANDO vergonhosamente questões de outra Banca examinadora para FERRAR ainda mais seus CATIVOS e aumentar o lucro da OAB essa EXCRESCÊNCIA perdeu de vez a credibilidade e a credibilidade e tem que ser sepultada URGENTE. Respeitem o direito ao primado do trabalho e a dignidade da pessoa humana. Criam-se dificuldades para colher facilidades$$.
É LIVRE O EXERCÍCIO PROFISSIONADE QUALQUER TRABALHO. Quem forma em Medicina é médico é médico. Lei n. 13.270/16 determinou às universidades e as IES emitirem DIPLOMA DE MÉDICO vedada a expressão Bacharel em Medicina. Quem forma em engenharia é engenheiro; em psicologia é psicológico; ,em administração é administrador; em arquitetura é arquiteto (
..) Porquê quem forma em direito se transforma em escravo da OAB? Chega de exploração. A escravidão foi a abolida á há 131 anos mas até hoje as pessoas são tratadas como
coisas para delas tirarem proveitos e econômicos. Refiro-me a escravidão moderna da OAB. Até agora OAB já abocanhou extorquindo com altas taxas de inscrições e reprovações em massa mais de UM BILHÃO DE REAIS sem nenhuma transparência sem nenhum retorno social sem prestar contas ao Eg.TCU

Responder

Comentários encerrados em 21/04/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.