Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

A proteção da sociedade

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Deve ser realizada pelo Poder Judiciário, aplicando a lei na forma da Constituição.

Contradições

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Diz o Ministro que "enquanto isso" "o Judiciário segue consciente de suas responsabilidades frente à excepcionalidade da situação, cumprindo o papel de guardião da lei e protetor de direitos básicos, incluídos o direito à saúde coletiva e o direito à vida". Dessa alegação devo presumir que o Ministro quis dizer que o Judiciário há era consciente de suas responsabilidades, e que já cumpria o papel de guardião da lei e protetor de direitos básicos. No entanto, de forma contraditória, o próprio Ministro reconhece no texto que as condições dos presídios e dos presidiários era péssima, já antes da Pandemia. Ora, se o Judiciário já era "consciente de suas responsabilidades" e cumpria seu papel "de guardião da lei e protetor de direitos básicos" porque deixou que os presídios permanecessem por décadas nessas péssimas condições sanitárias? Por outro lado, se o Judiciário é assim tão cumpridor de suas obrigações, porque foi necessário que o Conselho Nacional de Justiça baixasse uma "recomendação" não obrigatória aos juízes, para que esses fizessem cumprir a lei. Os juízes já não sabiam, e já não estavam cumprindo a lei?

Humanitário

Arca (Professor)

Parabéns Dias Tofoli pela atitude!!!

que tal escrever sobre "crimes em tempos de Conavid"

daniel (Outros - Administrativa)

escrever sobre "crimes em tempos de Conavid". Talvez o STF esteja pensando que é viável dar uma ordem para bandidos não cometerem crimes durante a pandemia e assim não serão presos.

Comentar

Comentários encerrados em 20/04/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.