Consultor Jurídico

Direito de Defesa

Associações dizem que ordem para reativar parlatório está sendo descumprida

O secretário de Segurança Pública do Paraná, Romulo Marinho Soares, descumpriu ordem judicial para reativar o parlatório virtual. A liminar que determina a reativação imediata do procedimento foi proferida na última sexta-feira (3/4). 

Parlatório virtual permite que advogado tenha acesso remoto ao seus clientes presos
Dollar Photo Club

A denúncia de que o parlatório ainda não voltou a funcionar partiu da Associação Paranaense de Advogados Criminalistas (Apacrimi), uma das instituições que impetrou o mandado de segurança original pedindo a reativação do parlatório.

"O Parlatório virtual, projeto inovador implantado pelo Depen paranaense, despertou o interesse de diversos Estados, inclusive do Depen Nacional, e foi suspenso pelo Secretário Marinho sem qualquer justificativa ou fundamentação plausível. Sua decisão, de natureza pessoal, não foi comunicada aos órgãos que realizaram o projeto (TJ/PR, MP e OAB/PR)", afirmou a instituição, em nota. "A insistência do Secretário em não cumprir a medida liminar e restabelecer o Parlatório virtual é também, lamentavelmente, ignorada."

De acordo com a decisão da última semana, as medidas preventivas relativas ao surto não podem se sobrepor ao direito à ampla defesa e ao pleno exercício da advocacia. 

O entendimento foi tomado ao julgar mandado de segurança movido pela Associação Brasileira de Criminalistas (Abracrim) e pela Apacrimi. 

Segundo Andrey Salmazo Poubel, presidente da Apacrimi e da Comissão de Prerrogativas da OAB-PR, a importância do parlatório, principalmente em razão da pandemia do novo coronavírus, é inquestionável. 

"A advocacia criminal paranaense vê com indignação e muita preocupação o injustificável descumprimento da ordem judicial. o parlatório virtual preserva não apenas os direitos dos presos e as prerrogativas dos advogados, ele preserva a saúde de todos", diz. 

0016153-92.2020.8.16.0000

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 7 de abril de 2020, 13h07

Comentários de leitores

1 comentário

Advocacia criminal

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Diz o texto: "A advocacia criminal paranaense vê com indignação e muita preocupação o injustificável descumprimento da ordem judicial. o parlatório virtual preserva não apenas os direitos dos presos e as prerrogativas dos advogados, ele preserva a saúde de todos".

Aqui no Brasil alguns usufruem mais direitos que outros. Por que?

Comentários encerrados em 15/04/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.