Consultor Jurídico

Comentários de leitores

9 comentários

E quanto aos elementos da culpa pela propagação do vírus?

Carlos Luiz Vieira (Bacharel - Criminal)

Quer dizer que ao invés de abordar-se os aspectos dos elementos da culpa ( negligência, imprudência e, imperícia ) que possam ser imputados ao governo chinês, pela possível fabricação em laboratório do vírus ( tese bastante aceita ), depois, pela perda de controle sobre o que criou, agora, vamos abandonar o principal, para, debruçarmos no acessório que é a não comunicação do evento? É isto mesmo, ou, estou entendendo errado? Então, "eu" crio um vírus, perco o controle sobre o mesmo e, o mundo, passa a discutir não ao fato de "eu" declarar minha culpa ( quem sabe, até, dolo eventual ), para divagar-mos sobre a não comunicação do vírus. Repergunto: é isto mesmo?
Carlos Vieira - Bacharel em direito - RJ

É isso mesmo

Proofreader (Outros)

Sua 'tese bastante aceita' (sic) de "criação de vírus em laboratório" não passa de teoria da conspiração olavista. E, como sabemos todos, se o olavismo, por razões óbvias, não é reconhecido na academia, muito menos o seria na Corte Internacional de Justiça. Próxima.

Considerações

madavidf (Advogado Sócio de Escritório - Comercial)

Li atentamentessua fundamentação jurídica. Acredito que tais questões preliminares são complexas e vinculadas há várias interpretações juridicas consistentes que esnarrariam por isso a uma eventual condenação da República Popular da China.
Tenho um caminho OBJETIVO vinculado ao modo alimentar chinês de certas regiões da China, objeto de estudo científico e em parceria com o jurista americano Professor Attila Leão de Andrade Junior. Em razão disso convido-o a integrar conosco uma força tarefa nesse sentido. Para conhecer um pouco meu trabalho sugiro que visite minha página moraliza.com Abs Marcos David

Ditadura

alvarojobal (Advogado Autônomo - Civil)

Complementando, o detalhe de sucesso de eventual demanda contra a China passa pelo omissão e ocultação de informações como bem colocou o articulista sobre o dever de comunicação a OMS,

Ditadura

alvarojobal (Advogado Autônomo - Civil)

Sugiro acesso a estes dois artigos
https://www.hoybolivia.com/Noticia.php?IdNoticia=313244&tit=oms_el_mundo_desperdicio_hace_uno_o_dos_meses_la_oportunidad_de_actuar_contra_el_coronavirus

https://www.hoybolivia.com/Noticia.php?IdNoticia=313346&tit=las_dictaduras_estan_empeorando_el_brote_del_coronavirus

Parabéns

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Parabéns ao ilustre jurista, pela excelente análise.
E teve aqui, na Conjur, notícia de que, um cidadão, contador, procurou o Poder Público para processar a China.
Os argumentos contra a conduta do cidadão foram deploráveis, inclusive houve ofensas pessoais.
E o ilustre jurista, Doutor Valério, demonstra a possibilidade.

Excelente

Prof. Hans Welzel (Advogado Autônomo - Criminal)

Um primor como de costume, sobretudo pela objetividade.

Uma dúvida: tal como nas relações entre indivíduos no âmbito da responsabilidade civil, seria cabível o raciocínio de que a concorrência de culpas por parte de um Estado como o Brasil que deixa de promover o enfrentamento devido seria capaz de atenuar a responsabilidade da China?

Auto-adoração

Roberto Albatroz (Advogado Autônomo - Criminal)

De todas as perguntas não respondidas, uma coisa é certa: o autor “se acha” (vide os primeiros parágrafos, em que divaga sobre qual publicação “merece” seu estudo.
Streck fez escola.

Nunca houve uma pandemia tão devastadora e tão anunciada

Rejane G. Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Dr. Valerio de Oliveira Mazzuoli, louvável o seu esforço. O que mais chama a atenção no caso do Covid-19 é como foi anunciada essa pandemia muitos anos antes. Não bastasse isso, o mundo inteiro viu as milhares de pilhas de caixões da FEMA, inquietando a humanidade sobre qual o uso seria feito e quando. Os caixões da FEMA chegaram a vários países muito antes do Covid-19. Até onde eu acompanho, e arquivei alguns artigos e reportagens postadas na internet, um vírus não se propaga tão rapidamente e nem destrói o organismo humano tão rapidamente. Ainda há que se considerar as inúmeras mutações, também rapidamente. Na cidade onde tudo começou, Wuhan, há um "BioLab" no mais alto grau de segurança devido aos vírus que lá estão armazenados. A meu ver, esse dado é muito relevante para a análise de eventual responsabilização. Se esse vírus é ou não é uma arma biológica, só os especialistas podem dizer. Há um artigo publicado na Revista Nature sobre estudo científico a respeito de um experimento que criou uma versão híbrida de um coronavírus de morcego. O estudo rendeu um debate sobre se vale a pena arriscar variantes de vírus de laboratório de engenharia com possível potencial pandêmico. O artigo foi publicado em 12 de novembro de 2015, sob o título "O coronavírus produzido em laboratório relacionado à SARS pode infectar células humanas". Acresce a essa suspeita, uma patente de coronavírus registrada nos EUA, cujo detentor é o Centro de Controle de Doenças. Essa pandemia causou a quarentena em muitos países e esta está causando a destruição da economia de muitos países. Quem está lucrando com isso ? Outros casos de vírus que surgiram em países e se espalharam pelo mundo não chegaram nem perto de vitimar tantas pessoas e destruir a economia simultaneamente.

Comentar

Comentários encerrados em 14/04/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.