Consultor Jurídico

Comentários de leitores

9 comentários

Juiz?

Fabio da Rocha Lima (Estudante de Direito - Criminal)

Anda como se fosse juiz, fala como se fosse juiz, se veste como se fosse juiz, acredita ser juiz. Mas... Não o é, nem nunca foi. Ministro do STF, não é juiz. Podem alguns deles terem exercido tais funções, mas não o Barroso. Corrijam-me caso eu esteja equivocado, por favor!

Vamos a teoria e a prática. Essa culpa é da ex Presidente

Rodrigo Zampoli Pereira (Advogado Autônomo - Civil)

Dilma, e, do Senado Federal da época, salvo engano, do ano de 2013.

Na prática:

https://www.conjur.com.br/2016-nov-10/senso-incomum-precedentes-decisao-linhas-stf-contem-tres-violacoes-cpc

http://portal.stf.jus.br/processos/detalhe.asp?incidente=5041941

Na teoria:

A massa popular gosta dele. Esses dias, recebi um telefonema de um pai de um estudante de direito requerendo minha opinião sobre as doutrinas de direito constitucional do Ministro Barroso. Fui sincero, eu disse ao ao pai do aluno: -graças a Deus não conheço nenhuma, e, não perco meu tempo gastando dinheiro com elas (NÃO é investimento), digo isto na prática que eu tenho com sua Excelência nos processos que eu patrocinei no STF e ele foi o Relator. UMA DECEPÇÃO.

INDIQUEI a doutrina de direito constitucional do Dr. UADI LAMMÊGO BULOS, ADVOGADO, nome da doutrina: "CONSTITUIÇÃO FEDERAL ANOTADA", EXCELENTE, RECOMENDO A TODOS, e, A TODAS.

MORAL DA HISTÓRIA: O VOTO TEM CONSEQUÊNCIAS, Ô SE TEM... . Viu DILMA, Viu Senado Federal.

O Ministro Barroso NÃO tem vocação para a MAGISTRATURA.

Atenciosamente,r/>
Rodrigo Zampoli Pereira
OAB-MT 7198
OAB-SP 302569

Conflitos internos

O JR (Advogado Autônomo)

O ser humano vivencia, de fato, tensões posturais dicotômicas e conflitos internos na definição das escolhas, até as axiológicas.
Dilema carlyliano.

Coerência e Preparo

magnaldo (Advogado Autônomo)

Só quem se vê contrariado com as decisões corretas do Min. Barroso é quem tece críticas que revelam inconformismo mas todas as suas decisões têm sido extremamente bem elaboradas com uma linha de raciocínio lógica e que se adequam aos ditames da lei.

Incoerência e despreparo!

Ayala (Advogado Autônomo - Criminal)

Então a linha de raciocínio nas postulações do advogado Barroso eram sofismas? Seus fundamentos eram dissociados da lei e da Constituição? Quem contraria as decisões do juiz Barroso é o advogado Barroso! O advogado Barroso tem pena do juiz Barroso e o juiz Barroso tem ódio do advogado Barroso!

Iluminiilista

André Pinheiro (Advogado Autônomo - Tributária)

Uma hora um defensor da interpretação extensiva do conceito de racismo, pior, que nem teleológica ou histórica poderia ser. Por mais que considere ofensivo homens adultos casarem com mulheres para passar uma vida inteira de mentira e não poder, exceto em encontros furtivos, poderem exercer sua homoafetividade. Mas racismo é bem específico, se quer é para chineses ou judeus, que também foram escravos. Mas para os negros, que foram trazidos da África para trabalhar em condições abjetas com alienações físicas e mentais.
A decisão é tão maluca que a própria decisão afirma que no momento que vieram uma lei a palavra racismo não poderá ser mais usada para LGBT.
E para isso se diz iluminista, no máximo um déspota esclarecido.
Depois veio com aquela história da voz da rua, vox ZAP, vox Dei.
Confundiu com ignorância, que a voz de algoritmos patrocinados e indultores de pensamento, com claras técnicas de Psicologia de guerra que foi utilizada nesse país, mas proibidas nós EUA, bora também usadas lá. Confundiu voz das ruas com ataque de gamers que viviam uma vida real para mudar o universo virtual e hoje, esses chans, algoritmos,deepwebs, mavs, robots, vivem uma vida virtual e começaram a alterar a vida real. Um videogame perigoso a base de chás e caminhadas em Londres.
continua silente em relação ao espólio da Lava jato que garantiu palestras por centenas ou milhares de "Ks", o aparelhamento do estado onde os delegados da acusação agora são homens de confianca do ministro da justiça Moron, como assim? Que proximidade é essa?
E ainda ignorou escutas ilegais e invasão de escritório de advocacia e até mesmo advogados laranjas especialistas em delação. C'amon..
Para piorar criminalizou devedores de ICMS declarados imagina os não declarados? Camelos e etc.

Todos temos pena.

Saul Godman (Advogado Associado a Escritório - Criminal)

Realmente, o juiz Barroso não conhece o advogado Barroso.
O Juiz Barroso abraçou o que considera ser sua missão: "iluminar e empurrar a história".
Para que os juízes possam empurrar a história como ele quer, entretanto, é necessário desprezar a força normativa da Constituição e sermos governados por moralismos e paixões de momento.
Lamentamos.

O pior ministro

Leandro Monteiro (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Para além de tecer a competência técnica - o que não se desconhece, é claro -, quero, aqui, ressaltar o despreparo do Sr Min. Barroso para a magistratura e, com isso, evidenciar a importância de uma formação humanística para aqueles que se julgam capazes de ocupar um cargo no STF.

Pois bem: a dita entrevista não passa de disenteria verbal. É uma “demagogia à paraguaia”.

Dizer que se preocupa com os jurisdicionados ao ponto de ver além das duas posições postas ao apreço de seu julgamento é um cinismo que não nos engana.

Salvar vidas? Ledo engano, Sr Ministro.

Quem conhece dos escólios proferidos por V. Exa., sabe, e bem, que essa entrevista se assemelha a um paquiderme em uma loja de cristal.

Como diz os jovens: - é fake news.

A título de exemplo prático, o honorável magistrado nem sequer permite a tramitação de um HC em que se discute um dos maiores erros judiciais ocorridos no Brasil. Negou seguimento.

Ainda pior é ouvir do famigerado Min., em um determinado julgamento do pleno, que quem fuma um simples baseado, se tiver sorte de ter a relatoria sorteada ao dito julgador, se verá livre das agruras dos calabouços carcerários de nosso país.

É, de longe, o pior magistrado que julgou casos de minha alçada.

Me pego a pensar que essa enfadonha narrativa seja, simplesmente, uma necedade jurídica congênita.

Contudo, tal pensamento seria, de tal sorte, um menosprezo que não cabe na espécie, vez a culta biografia ostentada pelo Min. Nesse ponto, tenho respeito pelo julgador apontado.

Nada obstante, afirmo que o Min. Barroso não ostenta qualificação que se espera de um juiz do STF.

Por fim, me sinto extremamente envergonhado qndo me deparo com a relatoria desse juiz em casos por mim patrocinados.

Regenere-se, Sr Min.

Brilhante

O IDEÓLOGO (Cartorário)

O Ministro Barroso é brilhante. E, mais, ainda, as suas análises.

Comentar

Comentários encerrados em 9/04/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.