Consultor Jurídico

Notícias

Setor sucroenergético

Com R$ 2 bilhões em dívidas, Grupo Moreno protocola recuperação judicial

Um dos maiores grupos do setor sucroenergético do país, o Grupo Moreno protocolou pedido de recuperação judicial na Vara Única do Foro da Comarca de São Simão (SP). As dívidas da empresa giram em torno de R$ 2 bilhões.  

Uma das usinas do grupo no interior de SP
Divulgação

O grupo é composto pelas empresas Central Energética Moreno Açúcar e Álcool Ltda. (CEM), Central Energética Moreno de Monte Aprazível Açúcar e Álcool Ltda. (CEMMA), Coplasa - Açúcar e Álcool Ltda. (Coplasa), Agrícola Moreno de Luiz Antônio (AMLA), Agrícola Moreno de Nipõa Ltda. (AMN) e Planalto Bioenergia Spe Ltda.

Além das empresas, o pedido de Recuperação Judicial inclui os produtores rurais José Carlos Moreno, B. Carlos Alberto Moreno, C. Adélia Sartóri Moreno, D. André Luís Moreno, E. Andréia Cristina Moreno Theodoro, F. Luciana Moreno Sorroche, G. Márcia Antônia Moreno Ferreira, H. Maria de Cássia Moreno Sala e Vera Lúcia Jayme Moreno.

O documento foi protocolado pela equipe da área de Reestruturação de Dívidas e Insolvência do Felsberg Advogados, liderada pela advogada Fabiana Solano, que representa o grupo na ação.

Revista Consultor Jurídico, 24 de setembro de 2019, 19h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/10/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.