Consultor Jurídico

Questão de imagem

Corte italiana nega extradição de advogado por má condição das prisões brasileiras

Retornar ao texto

Comentários de leitores

9 comentários

Europa e Direitos humanos

Dr. Aureliano Russo (Advogado Autônomo)

Nós, brasileiros, estamos acostumados com a falta de infra-estrutura e direitos básicos que reina em nosso país. Mas isso não é normal. Não é normal morrerem centenas de presos todos os anos por causa de más condições e rebeliões. Não é normal nossa incompetência generalizada em termos de segurança pública e sistema de saúde.

Os países europeus sabem disso, e graças a Deus estão mostrando aos brasileiros o quão nosso país ainda tem que evoluir pra chegar ao mínimo de decência.

Cumpra-se.

Roberto Sávio Bertelli Alves (Serventuário)

Como diria o Prof. Gustavo Junqueira: "É só cumprir a lei". A Lei de Execução Penal é fruto dos anseios do povo, afinal foi elaborada em sua casa. Ocorre que, em sede de execução penal, o legalista torna-se garantista, ou seja, passa ele a ser um crítico das leis, porém na defesa de princípios como o da vedação da proteção deficiente do Estado. Deixa-se a lei por um garantismo positivo. Já estaríamos, então, na quinta velocidade do Direito Penal?

Justiça

Fábio de Oliveira Ribeiro (Advogado Autônomo - Civil)

Só faltou a Corte italiana reconhecer uma coisa: que os juízes brasileiros são vagabundos que não merecem ganhar salários acima do teto e aposentadorias abaixo da moralidade.

Coitado do criminoso de colarinho branco: PERSEGUIDO

Vercingetórix (Advogado Autônomo - Civil)

"Muniz de Almeida foi preso em fevereiro deste ano em Turim. Ele é um dos perseguidos pelos procuradores da operação em torno do consórcio formado a partir da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba para chegar a Raul Schmidt."

hahahahahahahahaha/>
ta de sacanagem

Extradição

Gilmar Masini (Médico)

A Corrupção lá é igualzinha a daqui. Não importa as condições que segundo a Constituição todos os brasileiros são iguais perante a lei, então podem viver nas mesmas condições, importa o crime e o país no qual foi praticado.

Incivilizado

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Vale lembrar que todo o mundo civilização repudia veementemente as métodos alucinatórios de subjugação dos juízes brasileiros. Em Portugal, após parecer de Canotilho demonstrando a falta de civilidade da "Lava Jato", todos os pedidos de cooperação são recusados, assim como em todo o restante da Europa.

Enxergaram

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Deve-se ter em mente, quando se analisa da decisão da justiça italiana, que a Itália é um dos países mais atrasados da Europa em matéria de justiça, várias vezes condenada pelos tribunais da união europeia por violações a direitos humanos. Ainda assim, verifica-se que os italianos foram capazes de analisar de forma bem real as condições da Justiça Criminal no Brasil, naturalmente impedindo que qualquer pessoa seja extraditada para cá para satisfazer às sandices dos psicóticos juízes brasileiros. Daqui a dois ou três séculos, se tudo correr bem, o povo brasileiro vai ter condições de entender o que ocorreu e porque a justiça italiana decidiu dessa forma.

kkkk, bandido perseguido, kkkk

analucia (Bacharel - Família)

6º parágrafo

"Muniz de Almeida foi preso em fevereiro deste ano em Turim. Ele é um dos perseguidos pelos procuradores da operação em torno do consórcio formado a partir da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba para chegar a Raul Schmidt."

É só não cometer crime, que não vai preso e o presídio esvazia.

Elite brasileira

O IDEÓLOGO (Cartorário)

É cruel no tratamento de seus subalternos. Quando deve enfrentar as cadeias, por ela criadas, aos "assujeitados", morre de medo. Evacua pela boca e pelas calças. Vende a alma a quem mais der.
A elite brasileira é formada por "frouxos". A maioria do povo é valente e forte.

Comentar

Comentários encerrados em 1/10/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.