Consultor Jurídico

Notícias

Condenação de R$ 2 mil

TSE homologa desistência de recurso do empresário Luciano Hang

Por 

O ministro Sérgio Banhos, do Tribunal Superior Eleitoral, homologou nesta quarta-feira (18/9) um pedido de desistência do empresário Luciano Hang de protocolar recurso contra a condenação de agosto, no valor de R$ 2 mil, por fazer propaganda irregular na campanha do presidente Jair Bolsonaro. 

Luciano Hang e o hoje ministro Sergio Moro
Reprodução/Twitter

Segundo a denúncia, na campanha eleitoral de 2018, Hang teria coagido os funcionários das lojas dele a votar em Bolsonaro. A sentença foi proferida pelo TSE no dia 13 de agosto.

De acordo com o documento, a defesa do empresário desistiu de recorrer da decisão e informou que Hang cumprirá a sentença. 

No início de outubro do ano passado, Hang gravou um vídeo no  interior de uma de suas lojas, falando a seus clientes e funcionários,  que tudo ouviam pelo sistema de som do local.

“Todos sabem a minha posição. Eu sou Bolsonaro! Bolsonaro! Quero uma  salva de palmas." Na sequência, pediu a todos que saudassem o então candidato, em coro: “Bolsonaro! Bolsonaro! Bolsonaro!”. E conclui em  pedido de voto: “Pra esse Brasil mudar, pra esse Brasil melhorar,  Bolsonaro Presidente”

0601434-39.2018.6.00.0000

 é correspondente da revista Consultor Jurídico em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 18 de setembro de 2019, 21h45

Comentários de leitores

1 comentário

Luciano Gang e TSE

6345 (Advogado Autônomo)

Piada nova. Rindo até 2050.

Comentários encerrados em 26/09/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.