Consultor Jurídico

Notícias

Elementos de tortura

Justiça decreta prisão preventiva de seguranças que açoitaram jovem em SP

Por 

A Justiça de São Paulo decretou prisão preventiva de Davi de Oliveira Fernandes e Valdir Bispo dos Santos. Ambos são seguranças acusados de chicotear um jovem negro, de 17 anos, por furto de chocolates em um supermercado da rede Ricoy, na região sul de São Paulo.

Seguranças do mercado Ricoy chicotearam um jovem que tentou furtar chocolate

A prisão temporária havia sido decretada pela juíza Tatiana Saes Valverde Ormeleze, do Departamento de Inquéritos Policiais do Tribunal de Justiça de São Paulo, que acatou representação da Polícia Civil do Estado de São Paulo 

Na decisão, a magistrada aponta que “há fortes elementos ligando os representados à autoria do crime de tortura". "Tanto que foram divulgadas imagens da vítima sendo açoitada pelos seguranças."

Além disso, a juíza também alega que o relato da vítima, é detalhado em apontar como ocorreram os fatos.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 16 de setembro de 2019, 17h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/09/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.