Consultor Jurídico

Notícias

Crise na mídia

Fundado em 1934, jornal econômico DCI deixa de circular no dia 23

Uma das mais tradicionais publicações brasileiras sobre economia, o DCI (Diário Comércio Indústria & Serviços) irá encerrar as atividades no próximo dia 23 de setembro.

DCI foi fundado em 1934 e passou por inúmeras crises antes de fechar as portas
123RF

Os funcionários foram informados da decisão nesta segunda-feira (16/9) e a direção do jornal negocia o processo de demissão dos trabalhadores com o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo.

Fundado em 1934, o DCI acumulou atribulações financeiras nas últimas décadas. Em 1990, o periódico foi comprado pelo empresário Hamilton Lucas de Oliveira, dono da Indústria Brasileira de Formulários (IBF).

Em 2002, foi comprado pela Sol Panamby, empresa de propriedade da família do ex-governador de São Paulo Orestes Quércia (1938-2010). Em 2012, o jornal passou a investir em conteúdo para mobile e reformulou o site, mas nunca conseguiu recuperar o prestígio do passado.

O periódico paulista é a primeira publicação a fechar as portas após a aprovação de Medida Provisória do presidente Jair Bolsonaro, que desobrigou as empresas de publicarem seus balanços em jornais impressos.

Revista Consultor Jurídico, 16 de setembro de 2019, 18h56

Comentários de leitores

1 comentário

Ativismo político indevido deste site

AC-RJ (Advogado Autônomo)

Este site que se autodenomina jurídico, quando se intromete em política é um desastre. Isto é causado pelo seu inegável engajamento contra o atual governo, o que provoca distorções grotescas nas matérias que publica.

O último parágrafo está totalmente fora de sintonia com o restante do artigo e com a realidade. Insinua que a quebra do jornal se deveu a uma medida provisória do governo Bolsonaro. A medida provisória 892 foi divulgada em 06/08/2019. Daí, a atitude de sustentar que o jornal estaria financeiramente saudável e que teria entrado em uma gravíssima crise somente após esta data, que culminou na sua falência pouco mais de um mês depois, só prejudica a credibilidade deste site.

Comentários encerrados em 24/09/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.