Consultor Jurídico

Notícias

Sem doutrinação

Deputados do Paraná rejeitam projeto de Escola Sem Partido

Os deputados estaduais do Paraná rejeitaram nesta segunda-feira (16/9) projeto de lei que queria institui o programa Escola Sem Partido no sistema de ensino.

Deputados do PR rejeitaram Escola Sem Partido
Orlando Kissner/Alep

Em primeiro turno de votação na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), o texto recebeu 21 votos favoráveis e 27 contrários. Assinam o PL os deputados do PSL Ricardo Arruda e Felipe Francischini.

O projeto de lei 606/2016 previa que cartazes fossem colocados nas escolas públicas e privadas do Paraná, determinando limites que não poderiam ser ultrapassados pelos educadores para evitar o "doutrinamento" por parte de professores em salas de aula.

A seccional paranaense da OAB e o Ministério Público já haviam se manifestado contra o texto. Com informações da Assembleia Legislativa do Paraná.

Revista Consultor Jurídico, 16 de setembro de 2019, 21h38

Comentários de leitores

1 comentário

É com...

Eneida Schiavon (Advogado Assalariado - Civil)

... COM doutrinação. Lamentável. Concordo que o mundo mudou e é preciso que a educação escolar evolua. Agora, pretender escola com doutrinação da esquerda - porque é disso que se trata - é inaceitável. Só tenho a lamentar. Continuem ensinando que Che Guevara foi um libertador, omitindo que foi um facínora, que mandou matar gays.

Comentários encerrados em 24/09/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.