Consultor Jurídico

Notícias

Estabelecimento de prioridades

Município em crise econômica não pode gastar com shows, diz juiz do RJ

Comentários de leitores

3 comentários

Município em crise econômica não pode gastar com schows,...

Irio (Advogado Associado a Escritório - Criminal)

Magnifica Decisão. Parabéns ao Magistrado que está a exercer a verdadeira função jurisdicional, e, é claro extensivos ao ilustre Membro do Ministério Público, que tem o dever de atuar em casos tais. Espero que essa Decisão sirva de exemplo para casos iguais.

Eis que o juiz virou prefeito.

Bruno Goncalves Claudino (Outros)

E mais uma vez a moralidade e ativismo fez o direito submisso. A separação dos poderes, diante da decisão, tornou-se apenas uma escrita insossa na Constituição. A lei, na cidade de Casimiro de Abreu, parece ser tão inócua quanto o voto do cidadão que evidentemente não votou no juiz, mas no gestor que agora precisa pedir benção ao magistrado para cumprir seu mandato.

Ativismo necessário

Joao Sergio Leal Pereira (Procurador da República de 2ª. Instância)

Quero parabenizar ao magistrado por sua justa e pedagógica decisão. Realmente, é flagrante o ferimento à moralidade pública na hipótese presente. Esse é o ativismo que merece o apoio de toda comunidade jurídica. Que sirva de modelo e exemplo...

Comentar

Comentários encerrados em 23/09/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.