Consultor Jurídico

Processo eletrônico

Intimado pelo CNJ a adotar o PJe, TJ-SC decide manter sistema eproc

Retornar ao texto

Comentários de leitores

10 comentários

Oportunidade e Conveniência

DJU (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

O STF já decidiu mais de uma vez que questões de oportunidade e conveniência devem ser decididas pelo tribunal competente, só cabendo ao CNJ apreciar a legalidade dos atos. O CNJ, porém, querendo mandar na justiça de todo país, não se emenda e reincide no erro. Parabéns ao TJSC pela coragem e defesa de suas atribuições.

Júlio M Guimarães (Bacharel - Trabalhista)

Carlos (Advogado Sócio de Escritório)

Júlio M Guimarães (Bacharel - Trabalhista),

Já conheço como funciona, ops, não funciona o Judiciário. Estão se lixando para quem usa o sistema, nós advogados.

Aqui em SP tivemos muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiita sorte de ter sido implantado pela Softplan, um excelente sistema de peticionamento eletrônico. Caso tivesse sido implantado no TJSP o PJE ou a tranqueira que implantaram no TJRJ, estávamos f................... jamais conseguiríamos sair desta cilada.

O PJE é uma aberração. Trava, não funciona, não reconhece o certificado digital, precisa instalar o Java e as vezes o PJE diz que não pode ter o Java, enfim, uma put............

Gostaria de saber que está ganhando $$$$$$$$$$$ com o PJE. Não é normal alguém defender a implantação de uma porcaria como o PJE.

Sobre o PJe

Júlio M Guimarães (Bacharel - Trabalhista)

Fico admirado com a imposição do CNJ para que tribunais Brasil afora migrem para o PJe.
O sistema é confuso, apresenta frequentes problemas.
Em São Paulo é utilizado o Esaj, é ótimo.
Que tal consultarem os usuários antes de decidir por qual sistema optar.

Parabéns ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

João B. G. dos Santos (Advogado Autônomo - Criminal)

Espero sinceramente que o Tribunal de Justiça de São Paulo faça o mesmo e mantenha o E-Saj que funciona muito bem, é simples e intuitivo, afora que estamos todos acostumados com o sistema.
E muito me intriga a imposição da adoção do PJe que é um sistema ridículo. Fica a pergunta: quem ganha o que com a mudança imposta pelo CNJ? Qual a razão desta imposição? Fora PJe!

PJE é horrível

Vinicius Domingues (Advogado Assalariado - Tributária)

PJE é uns dos piores sistemas que já utilizei. Extremamente prolixo para anexar documentos e para entender o processo.
Eproc, Projudi e E-Saj são infinitamente melhores.

Certíssimo o TJSC. FORA PJE

Carlos (Advogado Sócio de Escritório)

Certíssimo o TJSC.

Ora, nenhum Tribunal do país deve ser obrigado a instalar o monstrengo, aberração, surreal ineficiente, complicado, o pior sistema de peticionamento eletrônico do país.

CNJ, vai procurar o que fazer e já deveriam ter implantando aí no CNJ o E-SAJ do TJSP que é excelente. O PJE é uma tranqueira que até hoje não consigo entender quem está ganhando com este péssimo sistema chamado PJE.

CNJ, não um (apenas um) advogado que fale bem desta porc.... PJE.

PJe x eProc

Paulo Moisés da Silva Gallo (Advogado Associado a Escritório - Criminal)

Sábia Decisão do TJSC, mesmo em discordância ao CNJ, implantar o PJe é um prejuízo latente a qualquer operador.
Sem sombra de dúvidas o pior dos sistemas jurídicos-eletrônicos.

Parabéns ao TJSC

Schneider L. (Servidor)

E quanto à gestão do ministro Toffoli. O que dizer?

Será marcada pela ineficiência, falta de transparência, autoritarismo e interesses escusos.

Uma das piores presidências do STF.

eproc

Daniel (Outros)

a justiça nao respeita nem o que a justiça determina.

intimado pelo cnj a adotar...

Regina Neves (Advogado Autônomo - Civil)

Boa tarde a todos.
Bem.
Não temos muito o que comentar nessa noticia.
"Só que não" não é mesmo Min Toffoli?
Esse Ministro é decidamente um "equivoco".

Comentar

Comentários encerrados em 7/11/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.