Consultor Jurídico

Notícias

INTIMIDAÇÃO AO CONGRESSO

Leia o voto do ministro Bruno Dantas sobre a publicidade do "pacote anticrime"

Comentários de leitores

1 comentário

Bancada do crime

Rivadávia Rosa (Advogado Autônomo)

O fato é que, no atual contexto sociopolítico não há condições de mudar e operar uma política de segurança pública com sucesso.

Gradativamente se impôs o relativismo [a] [i] moral que pretende admitir tudo, sobretudo, o que afronta as “leis burguesas”.
O atual descalabro decorre justamente de que as mudanças vitais para a sociedade, sobretudo na área da segurança pública eram e são sempre bloqueadas por uma concepção desmedida e facciosa dos chamados direitos humanos, senão certo apelo ‘democrático’, engendrado por uma concepção desmedida e facciosa dos chamados direitos humanos, resultando em inequívoca proteção aos criminosos, como se fossem os únicos titulares de direitos humanos [ilimitados], negando-se aos cidadãos efetivamente trabalhadores, ordeiros e cumpridores de seus deveres o fundamental direito a sua própria defesa e da sua vida.

Comentar

Comentários encerrados em 19/10/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.