Consultor Jurídico

Notícias

risco de atividade

Associações questionam no STF pontos da Lei de Abuso de Autoridade

Comentários de leitores

4 comentários

Pressão em cima do ministro celso de mello

LAFP (Advogado Associado a Escritório - Empresarial)

PARA MEDITAR: Ministro Celso de Mello: não se deixe impressionar por este montão de ADIN em cima de V.Exa. São apenas aqueles poucos inconformados que praticam abusos, como é de conhecimento da mídia e também de V.Exa. Esta pequena turma fazem e desfazem dos cidadãos, maltratam os advogados como se fossem "lixos". O Advogado tem que entrar na sala de audiência quieto e sair calado, caso contrário tudo é "desacato". Espero que V. Exa. após aposentar, nunca venha sentir o que é ser ofendido diante das prerrogativas, que aliás, não é do advogado, mas sim do cidadão diante do PODER DO ESTADO E DO ARBÍTRIO E MANDO DESTA PEQUENINA GUILDA... tenho 66 anos de idade e 35 de profissão, sei o que é isto... só humilhação desta minoria... Isto tem que acabar...

Medo

Al Oliver (Estagiário)

Não sei o porquê quanto ao artigo 43 . Se o artigo se referisse aos próprios e fosse revogado o planeta ia explodir.

O alvoroço dos deuses

LAFP (Advogado Associado a Escritório - Empresarial)

Os deuses estão alvoraçados. Tentam pressionar o STF. PURA PERDA DE TEMPO. O STF, excetos uns poucos ministros nao vao peitar o Congresso em uma lei pela qual todos participaram. Não há nada de inconstitucional. A inconstitucionalidade so está na cabeça de alguns, apenas aqueles que de fato praticam abusos. Uma minoria.

Mpf e justiça inconfiáveis

olhovivo (Outros)

Isso prova que nem MPF e nem JUDICIÁRIO são confiáveis, pois se eles mesmos é que, respectivamente, irão denunciar e julgar, na certa sabem que não dá pra confiar nessas instituições. Seria cômico se não fosse trágico.

Comentar

Comentários encerrados em 18/10/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.