Consultor Jurídico

Notícias

Tempus lugendi

Morre aos 91 anos Roberto Bernardes Barroso, ex-integrante do MP-RJ

Morreu nesta segunda-feira (7/10), aos 91 anos, o ex-integrante do Ministério Público do Rio de Janeiro Roberto Bernardes Barroso —pai do ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso. Ambos nascidos em Vassouras, mais especificamente em Paty do Alferes, que na época pertencia a Vassouras, na região serrana do Rio.

O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, divulgou nota de solidariedade, em nome de todos os ministros da Corte. Também os jornalistas do comitê de imprensa do STF, em nome próprio e dos respectivos veículos de comunicação, enviaram mensagem a Luís Roberto Barroso manifestando pesar e solidariedade.

Conforme informou a nota do STF, Bernardes Barroso será cremado em cerimônia íntima para a família e suas cinzas serão depositadas no Cemitério de Vassouras, onde se encontra sepultada Judith Luna Soriano Barroso, mãe do ministro.

Leia a nota do Supremo Tribunal Federal:

"O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal, solidariza-se, em seu próprio nome e representando o sentimento de todo o Tribunal, com o ministro Luís Roberto Barroso e família, pelo falecimento de seu pai, Roberto Bernardes Barroso, na manhã de hoje, dia 7 de outubro, no Rio de Janeiro, aos 91 anos de idade.
Roberto Bernardes Barroso foi membro do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e advogado. A seu próprio pedido, será cremado em uma cerimônia íntima para a família. As cinzas serão depositadas no Cemitério de Vassouras, onde se encontra sepultada a mãe do ministro Barroso. Na próxima semana haverá missa de 7º dia, com data e local a serem divulgados, ocasião em que a família receberá a solidariedade dos amigos".

Revista Consultor Jurídico, 7 de outubro de 2019, 21h53

Comentários de leitores

0 comentários

Ver todos comentáriosComentar