Consultor Jurídico

Notícias

Novas privatizações

Decreto de Jair Bolsonaro coloca Ceagesp em programa de desestatização

Por 

Maior central de abastecimento do país entra em programa de privatização do governo Bolsonaro
Divulgação/Ceagesp

Decreto nº 10.045 desta sexta-feira (4/10) inclui a Companhia de Entrepostos e Armazéns de São Paulo (Ceagesp) no Programa Nacional de Desestatização (PND).

A estatal é vinculada ao Ministério da Agricultura e teve a privatização recomendada em setembro pelo Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), secretária que promove estudos sobre privatizações.

Conforme o documento produzido pelo programa, a Ceagesp “não tem logrado êxito econômico e financeiro em suas operações, tendo compensado seus prejuízos com receitas financeiras da alienação de ativos, o que acende um alerta para a possibilidade de que a empresa venha a necessitar de recursos oriundos do Orçamento Geral da União”.

O decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro prevê que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) seja o responsável pela execução e acompanhamento de atos necessários à desestatização do estatal.

Cerca de 30% de tudo que é comercializado nas centrais de abastecimento do país passa pela Ceagesp.

Clique aqui para ler o decreto

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 7 de outubro de 2019, 15h20

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/10/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.