Consultor Jurídico

Notícias

Conduta exemplar

Polícia Federal emite certidão de bom comportamento do ex-presidente Lula

Por 

O superintendente da Polícia Federal do Paraná, Luciano Flores de Lima, assinou nesta terça-feira (1º/10) o certificado de bom comportamento do ex-presidente Lula.

PF atesta que não existem faltas disciplinares atribuídas ao ex-presidente
Reprodução

O documento havia sido demandado pela juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, que avalia o pedido do Ministério Público Federal de progressão para o regime semiaberto do ex-presidente.

O texto do MPF foi assinado por 15 procuradores da força-tarefa da operação "lava jato", entre eles Deltan Dallagnol, Roberto Pozzobon e Laura Tessler. "Considerando o requerimento do Ministério Público Federal de evento 808, (i) junte-se cálculo atualizado de pena; (ii) solicite-se à Superintendência da Polícia Federal no Paraná o encaminhamento a este Juízo de certidão de conduta carcerária do preso; (iii) intime-se a Defesa para manifestação", escreveu Lebbos no despacho.

A certidão assinada pelo superintendente da PF atesta que não existem faltas disciplinares atribuídas ao líder petista.

Apesar de ter direito a progressão de pena, o ex-presidente Lula, por meio de seus advogados Cristiano Zanin e Valeska Teixeira divulgou uma carta em que nega o benefício de progressão de pena.

Clique aqui para ler o documento

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 1 de outubro de 2019, 17h36

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 09/10/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.