Consultor Jurídico

Notícias

Situação extraordinária

Lula desvaloriza vizinhança e precisa sair de Curitiba, diz presidente do TRF-4

Comentários de leitores

9 comentários

De Desembargador a Corretor de Imóveis... e desagregador

Franco Franco (Prestador de Serviço)

É simplesmente uma barbárie um Presidente de Tribunal de Instância Superior emitir tal comentário, fazendo comparativo da dignidade de um ser humano com valorização de bens de terceiros (imóveis), agravada sua imperdoável manifestação pública, incentivando a segregação deste mesmo ser humano, em questão, do convívio, ainda que ao largo, da população de uma Cidade conhecida nacionalmente e internacionalmente como agregadora e lugar aprazível de se residir. Faz afirmações sem números, sem base sólida de onde retirou, ou obteve conteúdo para tais afirmativas. Deveria ser aberto um processo no Conselho de Ética dos Magistrados contra tal afronta ao sentimento de 2/3 da população brasileira, que reconhecem o valor e a luta pessoal deste ser humano em prol do engrandecimento de nossa Nação diante das maiores potências do Mundo. Completamente sem noção, indigno de estar ocupando a cadeira de Presidente daquela Corte, e, muito menos ocupar a posição de julgador, já que emitiu sua sentença condenatória do caráter de um ser humano, em público, quando, se fosse o caso, só deveria fazê-lo dentro dos autos. Juiz, Desembargador, Presidente, Legislador, não tem que emitir opiniões pessoais em público, pois onde estiverem, e diante do público que for, estarão emitindo "a posição do Governo, em suas três esferas, que representam, naquele momento". Não dá para "despir-se" da toga, representativa da dignidade do cargo que lhe foi conferido, e falar como cidadão comum. Se assim, o desejar, deve, antes entregar suas credenciais e voltar ao plano de mero cidadão! Indignado, revoltado, e mal representado, é como me sinto diante de tal atrocidade contra um ser humano, um irmão!!!

Absurdo inominável.

Vladimir de Mattos (Outros - Trabalhista)

Absurdo total e inominável tal "declaração". Aliás, se confirmadas forem as gravíssimas informações do The Intercept, seria o caso dele já ter sido afastado do cargo, quiçá preso preventivamente. Brasil, um país nojento!

O absurdo

Adilson G. Mocinho (Advogado Autônomo)

Mais uma demonstração absurda da deficiente formação e maturidade de juízes brasileiros. É imprescindível rever a forma de ingresso nas carreiras de juízes e promotores, a começar pela idade mínima e tempo de exercício na carreira jurídica para alcançarem a maturidade.

Lula e a vizinhança

cac (Advogado Autônomo - Civil)

É uma perseguição explicita ao Presidente Lula. Estive no acampamento Lula Livre e verifiquei que no local reina a ordem, o respeito, a decência, o amor e a dignidade. Talvez o que falte para julgadores do naipe do que fez o comentário irresponsável e descaradamente pejorativo e plena de preconceito.

Manifestação do presidente do trf4 sobre lula

ANDREOLA, Joao (Advogado Associado a Escritório - Ambiental)

No meu pensar mostra-se totalmente descabida e inoportuna a manifestação de uma magistrado sobre as supostas implicações imobiliárias as quais, mesmo que existentes, seriam reflexos exclusivos das decisões da Justiça e não do suposto condenado.

Moro usurpou o juiz natural

Ondasmares (Prestador de Serviço)

Se tivessem respeitado o devido processo legal Lula nunca teria sido julgado e preso em Curitiba e os imóveis da região não se desvalorizariam - e não sabia que o desembargador é corretor nas horas vagas. Acontece que seu ex colega Moro, o salvador da moral nacional que aceita desculpas por caixa 2, usurpou a causa e tomou o lugar do juiz natural que era de São Paulo, uma vez que o tríplex não tem relação com a Petrobras conforme ele mesmo afirmou na resposta a embargo de declaração.

O pano de fundo

wilhmann (Advogado Assalariado - Criminal)

São alçados ao juízo " ad quem " juízes sem qualificação técnica como o tema desta matéria. Ora, Lula, ainda não é preso definitivo, de modo que sua recusa, apesar de sua índole à moda Nicolau ( mas se entoa, aqui, a lex, ruim ou boa. ), não pode ser desqualificada. Secundum, não foi lula que pediu para ser julgado pela republica curitibesca, donde que quer o "bonus" tem que assumir o "malus"(?)

A mais nova imobiliária do pedaço!

Paulo Moreira (Advogado Autônomo - Civil)

É a nova imobiliária, a "TR Four Imóveis", kkkkkkkkk...

Reintegração de posse!virou corretor de imóveis?

Felipe Costa - Advogado Ceará (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Concordo com o Desembargador presidente do TRF-4 quanto a conclusão, divergindo nas premissas.

Qual a relevância jurídica da vizinhança para o deslinde da questão?

Qual a pertinência da desvalorização dos imóveis da região?

Por acaso o Desembargador é corretor de imóveis para se preocupar com o preço dos imóveis do entorno?

Quem seriam os integrantes da "comunidade de Curitiba"?

O Lula não é bem vindo em uma cidade brasileira? Que história é essa?

Comentar

Comentários encerrados em 9/10/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.