Consultor Jurídico

Notícias

Excludente de ilicitude

PL viola CF ao proibir prisão em flagrante e colocar AGU para defender militares

Comentários de leitores

5 comentários

Cavalo de Tróia

Roger37 (Praça da Aeronáutica)

Eu já passei a pensar que esses absurdos fazem parte de uma estratégia bem inteligente, ou seja, o presidente apresenta esses projetos, mesmo tendo a perfeita noção de que não vai passar, mas agrada o seu eleitorado ao mesmo tempo em que enfraquece o legislativo e o judiciário frente á opinião pública.

Nem o PT

Nelson Capeleti (Advogado Assalariado - Civil)

Vejam só que ironia. O perigo de se abrir um precedente de ilegitimidade. Pudêssemos usar neste caso a teoria da imputação objetiva, extraindo-se a chancela do STF no impedimento ilegitimo de Dilma, não estaríamos vivendo nada disso.

Desde que o STF permitiu o golpe de Estado, é uma violação atrás de outra. Espero que a Alta Corte tenha acordado antes do ponto de irreversibilidade. Agora os loucos já ascenderam ao Poder.

Mais uma pérola progressista

Alexandre Vieira Vieira (Advogado Autônomo - Empresarial)

Pérolas como essa, abrindo concessões ao ideológico em detrimento da técnica jurídica, explicam porque a ConJur vem perdendo a credibilidade tão rapidamente.

Tempos difíceis

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Bolsonaro, junto com seu Ministro da Justiça, seguem firmes na destruição do regime democrático brasileiro. Estão encontrando terreno firme já que com um Judiciário esfacelado, um Ministério Público preocupado com seus próprios interesses, e uma OAB ausente, eles atendem a anseios de psicopatas e obcecados pela violência, todos ávidos para estraçalharem o País e transformar tudo em um campo de guerra.

Mais uma pérola progressista

Alexandre Vieira Vieira (Advogado Autônomo - Empresarial)

Pérolas como essa, abrindo concessões ao ideológico em detrimento da técnica jurídica, explicam porque a ConJur vem perdendo a credibilidade tão rapidamente.

Comentar

Comentários encerrados em 5/12/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.