Consultor Jurídico

Notícias

Briga de Globais

Kadu Moliterno tem recurso rejeitado em danos morais contra Luana Piovani

Os desembargadores da 27ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio rejeitaram, por unanimidade, o recurso do ator Kadu Moliterno na ação movida contra a atriz Luana Piovani e mantiveram a decisão da 7ª Vara Cível do Fórum da Barra da Tijuca, negando o pedido de indenização de R$ 50 mil por danos morais.

Desembargadores entendem que Luana não cometeu dano contra Moliterno 

Em 2017, em uma postagem no seu canal do Youtube “Luana sem freio”, a atriz citou o nome do ator, lembrando o fato de ele não ter sido condenado após ter agredido a então esposa. Na postagem Luana criticou ainda o fato de Kadu continuar a participar normalmente de novelas e posar com as novas namoradas em revistas de celebridades.

O recurso começou a ser julgado no dia 28 de agosto, quando a relatora, desembargadora Tereza Bittencourt, votou pela rejeição do recurso, sendo acompanhada pela desembargadora Maria Luiza Carvalho. A votação foi suspensa depois que o juiz designado desembargador João Batista Damasceno solicitou mais tempo para analisar o processo.

Nesta quarta-feira, Damasceno acompanhou o voto da relatora, negando o recurso, considerando que, embora tenha havido excesso verbal da atriz, não se configurou lesão ao ator, entendendo que o tal excesso se compreende na liberdade de manifestação do pensamento. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-RJ. 

Processo 0010949-43.2017.8.19.0209 

Revista Consultor Jurídico, 18 de novembro de 2019, 11h16

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/11/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.