Consultor Jurídico

Notícias

Corrupção ativa

MPF-PR apresenta denúncia contra executivos da Alusa Engenharia

Investigação do MPF-PR encontrou irregularidade em contratos envolvendo a empreiteira Alusa e a Petrobrás

O Ministério Público Federal do Paraná denunciou nesta quarta-feira (13/11) os executivos da Alusa Engenharia César Luiz de Godoy Pereira e José Lázaro Alves Rodrigues pelos crimes de corrupção ativa a lavagem de dinheiro.

Os crimes estão relacionados a quatro contratos celebrados entre 2008 e 2011 com a Petrobras. Além dos executivos vinculados à empreiteira, também foi denunciado por lavagem de dinheiro Marcelo Barboza Daniel. Ele é um dos responsáveis pelas empresas MR Pragmática e BAS Consultoria Empresarial — ambas são acusadas de repassar, ao menos até 2014, R$ 5,9 milhões a Paulo Roberto Costa, diretor da Petrobras.

Os contratos foram para construção da casa de força na refinaria Abreu e Lima (R$ 966 milhões), a unidade hidrocraqueamento catalítico do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (R$ 1,466 bilhão), unidades da carteira de enxofre da Rnest (R$ 651 milhões) e tanques de petróleo e águas de formação do Comperj (R$ 235 milhões).

Clique aqui para ler a denúncia do MPF-PR
5068162-95.2019.4.04.7000

Revista Consultor Jurídico, 13 de novembro de 2019, 19h13

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/11/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.