Consultor Jurídico

Caso Frei Chico

MPF muda denúncia contra Lula, mas juiz volta a apontar falta de provas

Retornar ao texto

Comentários de leitores

9 comentários

Recurso em sentido estrito

Preacher (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Apesar da falta de clareza da matéria, cuida-se de um recurso em sentido estrito do MPF contra a decisão do juiz que rejeitou a denúncia e no qual, após as manifestações das partes, o juiz delibera se mantém ou não a decisão recorrida, antes de enviar o recurso pra instância superior. Pela linguagem do juiz, tentando fazer parecer que o MPF mudou a narrativa da denúncia, evidencia-se a intenção do magistrado em tentar ajudar a defesa na instância superior com seus argumentos. Ele parece sentir que sua decisão será substituída.

Insegurança institucional

Cris Profa. (Psicólogo)

É muito complicado para nós cidadãos quando a polarização política se reflete no meio jurídico. O Juiz paulista cumpre a lei e o MPF acaba se expondo de maneira desnecessária. Por mais que as pessoas tenham claras as suas posições, se a lei como descrita não for cumprida e as provas forem apresentadas, nós teremos uma insegurança que vai muito além do quadro político brasileiro. A justiça deve permanecer acima dessas pressões para não garantir a confiabilidade nas Instituições. Essa é a minha opinião.

"Muda denúncia"?

Schneider L. (Servidor)

O MPF apresentou um Recurso em Sentido Estrito. Os repórteres do Conjur esqueceram aspectos básicos de processo penal.

É o fundo do poço mesmo.

Marginal perigosíssimo

RSantos221 (Funcionário público)

E digo mais, ao Professor Edson, não apenas trata-se de UM MARGINAL COM TANTOS CRIMES, e INCITANDO A VIOLÊNCIA, como ainda encontra-se na cadeira mais importante do Brasil, e com os filhos a tira colo. TODO MARGINAIS, PERIGOSÍSSIMOS, e com uma FOLHA CORRIDA DE DAR INVEJA À MÁFIA ALEMÃ DA DÉCADA DE 30...

Marginal perigosíssimo

RSantos221 (Funcionário público)

E digo mais, ao Professor Edson, não apenas trata-se de UM MARGINAL COM TANTOS CRIMES, e INCITANDO A VIOLÊNCIA, como ainda encontra-se na cadeira mais importante do Brasil, e com os filhos a tira colo. TODO MARGINAIS, PERIGOSÍSSIMOS, e com uma FOLHA CORRIDA DE DAR INVEJA À MÁFIA ALEMÃ DA DÉCADA DE 30...

Tenho pena

Marcos Arruda (Outros - Empresarial)

Tenho pena do MP estar gastando dinheiro público para travar essa cruzada quixotesca contra o Lula, isso só prova que o MP está cheia de burgueses mentecaptos.
Tenho pena ainda dos discentes que têm de suportar as aulas desse dito "professor" que deveria ser horticultor haja visto que sua especialidade é falar abobrinha.

Condenação

carlos.msj (Advogado Autônomo - Civil)

Se o crápula do Moro tivesse usado a mesma coerência deste juiz, Lula nunca teria sido condenado.

Querem proibir lula de falar!

Advogado militante (Advogado Assalariado - Civil)

Não basta prender objetivando impedir a candidatura presidencial.
Agora o pessoal que vê parte da insitituições republicanas com hienas, que diz que basta um cabo e um soldado para fechar o Supremo, querem usar a lei de segurança nacional para prender o ex presidente.
Tal pessoal não sabe viver em democracia.

Marginal perigoso.

Professor Edson (Professor)

Um marginal desse com tantos crimes incitando a violência é só no Brasil viu. Acredite, só aqui.

Comentar

Comentários encerrados em 20/11/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.