Consultor Jurídico

Caso Marielle

Bolsonaro diz que pegou gravações de portaria "antes que fossem adulteradas"

Retornar ao texto

Comentários de leitores

5 comentários

O crime do presidente bolsonaro

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Mais um crime praticado pelo Senhor Jair Messias Bolsonaro. E ficará impune.
Teremos ruptura constitucional. A Democracia não serve para amenizar ou resolver os nossos problemas. A sensação é que, na terra do "Pau Brasil", o crime compensa.
A ruptura não será feita pelo Bolsonaro, mas pelo Exército, por aqueles que lhe são próximos e observam, calmamente, as falcatruas, não só da família do condutor da República, como da maioria da elite.
Inicialmente, será, no ano que vem, decretado o "Estado de Defesa" e depois o "Estado de Sítio".
Quem viver, verá.

Câncer Brasileiro

Péricles (Bacharel)

Precisamos descobrir a causa do câncer maligno por que está acometido o Brasil! Desde 1988 assistimos uma turma de hienas se locupletando incessantemente do poder sob o argumento de direitos constitucionais. A impunidade e as falcatruas correm às soltas! Pelo visto a arrumação da casa passará por rupturas institucionais, se os atores não ouvirem às ruas! Depois não vão dizer que não avisei!!!

Presidente que acha que é rei.

Marcos Arruda (Outros - Empresarial)

Presidente que age como monarca, não tem futuro na República! Esses Bolsonaros não são uma família, são uma quadrilha.

O que significa o "pegamos" as gravações?

Ayala (Advogado Autônomo - Criminal)

A gravidade ou não da atitude do presidente será determinada tão logo se elucide o significado de "pegar" as gravações. Se ele ou alguém a seu mando obteve mera cópia da gravação armazenada no equipamento do condomínio, não fez nada de mais além de acautelar os interesses próprios e da família. Porém, caso tenha efetivamente obtido a gravação original, removendo-a ou deletando-a do equipamento de interfonia, aí, sim, terá incorrido apenas em fraude processual, na hipótese de menor gravidade, à qual poderá somar-se eventual favorecimento, caso isso tenha sido feito de modo a encobrir algo ou alguém na investigação!

Fosse qualquer outro cidadão...

Harlen Magno (Oficial de Justiça)

Imaginem que Lula tivesse se apropriado das gravações das câmeras de segurança do condomínio do triplex do Guarujá, ou do sítio em Atibaia, antes que as autoridades tivessem acesso a estas, sob o pretexto de que o fez para "impedir adulterações". E só revelasse isso muito tempo depois... Alguém aqui duvida que Sergio Moro decretaria a preventiva por interferir com as investigações subtraindo provas imediatamente? Que Deltan Dallagnol faria um escarcéu no JN ao vivo?

Aliás, não precisava nem ser o Lula. Fosse qualquer outro cidadão, estaria na cadeia. Mas aparentemente o ex-juiz mudou de visão ao assumir o cargo de office boy de milícia, e tornou-se adepto de um novo tipo de exclusão de ilicitude, aquele que só vale para os amigos...

Comentar

Comentários encerrados em 10/11/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.