Consultor Jurídico

Notícias

Golpe de 1964

OAB e Instituto Vladimir Herzog denunciam Bolsonaro à ONU por revisionismo histórico

Comentários de leitores

11 comentários

A Canalhice esquerdofrênica da OAB

drjago (Advogado Autônomo - Civil)

O bom senso reclama por censura a OAB que não se preocupa mais com os problemas relevantes do país. Ao contrário , celebra sua esquerdocretinice ao se valer de organismo internacional decadente para colocar o país em posição, no mínimo constrangedora. Não houve golpe ! E a grande maioria dos advogados bolivarianos da Ordem nen era nascida quando da intervenção militar ocorrida a partir de 64 por exigência de governadores, da imprensa e de 99% da população.!!!!

Perdidos no Espaço

Rogemon (Advogado Assalariado - Financeiro)

Será que a OAB não tem mais nada com que se preocupar? É para atender a esse tipo de estupidez que nossas anuidades são empregadas? Quer agora debater o que aconteceu 55 anos atrás? Alguns dos luminosos se julga em condições perfeitas de determinar historicamente o que lá se passou? Não é dessa forma que a OAB conseguirá novamente alguma relevância.

OAB desvirtuada

AC-RJ (Advogado Autônomo)

A OAB está interpretando equivocadamente o artigo 44, inciso I, da Lei 8.906/1994 (Estatuto da Advocacia e da OAB). Esta instituição não pode atuar como um partido político, e ainda mais de oposição. Há instituições legitimadas para esta função, devidamente representadas no Congresso Nacional. Ao invés, deve permanecer neutra e imparcial, visando colaborar para o progresso nacional, abstendo-se de emitir críticas inúteis e descabidas ao governo federal, e não se envolver em questões que não lhe dizem respeito. A propósito, que tal cuidar dos problemas reais e urgentes da advocacia, tais como a defesa das prerrogativas dos advogados, diariamente violadas?

Oab comunista

George (Advogado Autônomo)

Há tempos que a OAB não representa mais os Advogados brasileiros!
Há tempos que a OAB está contaminada com políticos partidários de esquerda!

Golpe ???

Ivo Lima (Advogado Assalariado)

Foi contragolpe! O choro é livre.

OAB fala por quem?

CesarMello (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

A OAB diz que fala pelos advogados.
O sentimento que tenho no meu meio é outro. A OAB fala por uma pequena elite descolada da realidade.
A solução para decidir quem está certo é tornar a contribuição voluntária, assim como ocorreu com os sindicatos.
Se a OAB fala pela maioria, e é motivo de orgulho e presta serviços indispensáveis à maioria, não tem com o que se preocupar.
Contribuição Voluntária já!

só agora

Eduscorio (Consultor)

Na "ditadura", salvo honrosas exceções, a OAB não defendeu a cidadania, encolheu-se.
Hoje percorre um caminho de confrontação estéril ao novo Presidente apenas com fundamento político e ideológico, isto é, não jurídico. Entidade de classe não serve para fazer oposição por diletantismo, pois as urnas falam mais alto: "vox populi vox dei". Ademais, lucraram os criminalistas com gordos honorários da era lava-a-jato e de fontes estranhas. Mais isso é válido. Então OAB, vai procurar defender não os altos honorários, mas a dignidade dos advogados de porte mediano, que muitas vezes são acintados em audiência pelas autoridades constituídas (Juízes Leigos, vide caso recente no RJ). Porque também o Judiciário já decidiu em segunda e em última instância que a lembrança do 31 de março nos quartéis é lícita. ONU é só pra inglês ver. E rir.

OAB

O IDEÓLOGO (Outros)

A OAB combateu, tardiamente, a Ditadura Militar. Porém, com a Democratização, com o aprofundamento da corrupção na sociedade brasileira, ela não soube se situar. Ficou perdida entre a defesa da Legalidade, que protege os corruptos, e a aceitação de que a ordem jurídica é essa e não pode ser alterada.
Um exemplo, são os honorários elevados dos advogados criminais pagos pelos clientes, sempre suspeitos. Principalmente aqueles "rebeldes primitivos tomadores de conhaque importado", que avançaram contra o patrimônio público, sofrem a ação de juízes e promotores comprometidos com a moral e o direito, e pagam advogados com os recursos que tomaram da comunidade. Ou seja: quem paga os advogados dos criminosos de colarinho branco são os "descamisados".
Diante desse fato comprometedor, a OAB e os advogados "entraram em parafuso". Defendem a ordem jurídica, que é, em sua gênese, injusta.
A OAB defende os seus associados que cobram honorários "a peso de ouro" dos bandidos engravatados, ingressa em uma moral questionável; porém, se defende a moralização da ordem política e jurídica, investe contra os seus membros.
A corporação dos causídicos não conseguiu resolver esse dilema. Nem o seu atual presidente, Felipe Santa Cruz ,tem a solução.

Reclamar onu

JCláudio (Funcionário público)

Então, é o mesmo que reclamar ao Papa. A ONU vai fazer o quê? Se eu fosse o Bolsonaro mandava a OAB ir às favas e ir plantar batatas lá na Coreia do Norte.

então...

WLStorer (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A OAB falando em Estado Democrático de Direito? O regime ditatorial perdurou no Brasil de 1964 a 1985, mas na OAB a eleição do presidente e da diretoria do Conselho Federal ainda é de forma indireta. Muita cara de pau!

Motivo para impeachment

SMJ (Procurador Federal)

O Presidente mandar comemorar o golpe e a ditadura instalada em 1964 consiste em crime de responsabilidade e deve resultar em impeachment nos termos de várias das disposições da Lei 1.079/50, dentre as quais:

"Art. 7º São crimes de responsabilidade contra o livre exercício dos direitos políticos, individuais e sociais:
(...)
5 - servir-se das autoridades sob sua subordinação imediata para praticar abuso do poder, ou tolerar que essas autoridades o pratiquem sem repressão sua;
6 - subverter ou tentar subverter por meios violentos a ordem política e social;
7 - incitar militares à desobediência à lei ou infração à disciplina;
8 - provocar animosidade entre as classes armadas ou contra elas, ou delas contra as instituições civis;

Comentar

Comentários encerrados em 6/04/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.