Consultor Jurídico

Notícias

Operadores do direito

Prêmio Innovare é um aprimoramento da justiça, diz Ayres Britto

Por  e 

"Só há desenvolvimento na medida em que a riqueza do país esteja conciliada com a riqueza do povo brasileiro e isso demanda encurtamento das distâncias sociais". A declaração é do ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal Carlos Ayres Britto, presidente do Conselho Superior do Prêmio Innovare, lançado nesta quinta-feira (21/3)

A comissão julgadora pretende premiar iniciativas que têm como objetivo principal criar mecanismos dar uma maior visibilidade para a defesa dos direitos humanos. As seis categorias a concorrer serão: tribunal, juiz, Ministério Público, Defensoria Pública, advocacia, Justiça e cidadania.

"A escolha do tema foi comemorada porque é um assunto caro pra sociedade e alcança todos os cidadãos e todos os operadores do direito. O objetivo do Instituto é estar alinhado com as associações que participam", disse.

Segundo Ayres Britto, o prêmio busca prática de aperfeiçoamento de justiça. "Selecionar, julgar e premiar, o que significa uma parceria com o próprio sistema de justiça afunilando para a melhoria do judiciário", afirmou. 

Práticas difundidas
Lançado em 2004, o Prêmio Innovare se propõe a identificar, divulgar e difundir práticas que contribuam para o aprimoramento, modernização e bom funcionamento da Justiça no Brasil. A premiação foi criada e é mantida pelo Instituto Innovare, uma associação sem fins lucrativos.

 é correspondente da revista Consultor Jurídico em Brasília.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 21 de março de 2019, 14h33

Comentários de leitores

1 comentário

Que tal abolir trabalho análogo a de escravos, OAB

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Ó meu Brasil encantos mil de um povo heróico e trabalhador. V.V
E as homenagens prestadas pela OAB ao Michel Temer em face o art. 133 CF?
OAB deve está triste com a prisão do ex-presidente Temer. Isso porque o
art.133 da Constituição Federal dispondo sobre
"O advogado é indispensável à justiça " trata-se de um grande JABUTI plantado na Constituição pelo então deputado Constituinte Michel Temer. Então é uma farsa afirmar que o famigerado caça níqueis exame da OAB protege o cidadão?
(...)
Isso o Fantástico não mostra a escravidão moderna da OAB.
(....)
Pelo direito ao primado do trabalho e a dignidade da pessoa humana. Que tal a Frente Parlamentar pelo fim da escravidão moderna da OAB?
Antes da Promulgação da Lei Áurea era legal escravizar tratar as pessoas como coisas para delas tirarem proveitos econômicos. Decorridos 131 anos do fim da escravidão a história se repete. Refiro -me a excrescência do pernicioso fraudulento concupiscente famigerado caça níqueis exame da OAB bullying social uma chaga social que envergonha o país dos desempregados.
(....)
Por Vasco Vasconcelos escritor e jurista.
Enquanto OAB não começar a prestar contas ao egrégio TCU a escravidão moderna irá imperar neste país dos desempregados e dos aproveitadores que lucram praticando o desemprego.

Essas figuras pálidas do omisso Congresso Nacional não tem interesse NA geração de emprego e renda no fim dessa EXCRESCÊNCIA o caça níqueis exame da OAB. Se tivessem propósitos preocupados com a geração de emprego e renda JÁ teriam banido do nosso ordenamento jurídico essa máquina de triturar sonhos e diplomas.
Mas nenhuma tirania é eterna. Um dia o país irá saber os reais beneficiários dos quase UM Bilhão de reais tosquiados extorquidos dos bolsos e dos sacrifícios dos cativos da O

Comentários encerrados em 29/03/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.