Consultor Jurídico

Notícias

Dano moral

STF decreta trânsito em julgado no caso de Juca Kfouri e Joaquim Grava

Por 

A condenação do jornalista Juca Kfouri por reportagem sobre o médico Joaquim Grava foi publicada no site do Supremo Tribunal Federal. Juca foi condenado a indenizar em 50 salários mínimos o ex-médico do Corinthians. 

O caso começou em 2007, quando o jornalista publicou uma reportagem no portal UOL criticando o Corinthians por contratar o médico. Segundo a notícia, Grava era notório por se envolver em confusões em bares e não teria como ajudar o clube. 

Grava processou Juca e em primeira instância saiu vitorioso, com o juiz Vitor Frederico Kumpel acolhendo o pedido de danos morais por conta da reportagem e determinando indenização de 100 salários mínimos. 

A 3ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a condenação, mas reduziu o valor para 50 salários mínimos. O Superior Tribunal de Justiça e o Supremo Tribunal Federal mantiveram a condenação do jornalista. 

No dia 8 de março, o STF publicou em seu site que o processo transitou em julgado. 

Joaquim Grava foi representado pelos advogados Antonio Carlos Sandoval Catta-Preta e Karina Catta-Preta

Clique aqui para ler decisão do STF

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 13 de março de 2019, 15h13

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/03/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.