Consultor Jurídico

Artigos

Opinião

Os Estados Unidos também vivem seu declínio econômico

Comentários de leitores

5 comentários

José Natal (Prestador de Serviço)

Ivo Lima (Advogado Assalariado)

Por favor pare de passar vergonha.

Coincidência

MAIS MISES-MENOS marx (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Mas que coincidência, a decadência dos EUA coincide com o período que se começou a aplicar as ideias do Keynesianismo e o welfare state.

Olavo, astrólogo fanfarrão

José Natal (Prestador de Serviço)

Com esse atual desgoverno fazendo mais besteiras ainda que o desgoverno Temer, torço que o exército de alienados seguidores "guru" Olavo, esqueça esse tal astrólogo sofista fanfarrão, que se autointitula filósofo, e caia na real, pois Olavo é só um velho sonegador, demagogo e retrógrado, que até hoje vive na histeria sessentista da Guerra Fria ou finge viver, um propagador apenas de visão mais idiota e conservadora de alguns setores de pensamentos atrasados dentro sociedade estadunidense, como o medo pelo falso crescimento de um comunismo que nunca existiu, o absurdo da falsa ideia terraplanista, anti-preservação do meio ambiente, tentativas de modificações de conceitos político-científicos já consolidados por verdadeiros pensadores e um fundamentalismo cristão de charlatões que tenta desacreditar as Ciências para voltar o atraso ideológico do homem medieval. Olavo propaga esses absurdos e seus seguidores fanáticos importam essas mentiras para atingirem facilmente uma massa de pessoas frágeis, seu gado de manobra no Brasil. A internet trouxe tantas e boas informações, mas infelizmente, ao mesmo tempo, dá voz aos piores dos ignorantes e sofistas como Olavo de Carvalho e outros pseudo-filósofos. Esses tipos de doentes mentais e sofistas deveriam ser proibidos de propagarem falsas ideias.

Excelente visão real da decadente Geopolítica Estadunidense

José Natal (Prestador de Serviço)

Texto muito bom com bons conhecimentos em Geografia, História. O Império Romano sempre é um bom parâmetro na História para demonstrar como os impérios se erguem e se desmoronam. Essas são as mesmas análises que eu tenho sobre a lenta e gradual decadência econômica dos Estados Unidos. Em algum momento no futuro o poderio militar poderá ficar insustentável. Se as estratégias geopolíticas não mudarem e para resultados melhores, o inevitável decadência desse império. Isso quase poderia ter acontecido em um passado recente, com a derrocada da União Soviética e o alto crescimento da Alemanha e do Japão, mas problemas internos bancários e cambiais obrigaram o arquipélago nipônico a retrair e fechar sua economia, com seu PIB não alcançando mais o dos EUA e sendo ultrapassado pelo da China. Também, ultrapassado pela China, o PIB da Alemanha cresce muito pouco, desde a sua unificação, pois teve que carregar o atraso da antiga Alemanha Oriental e devido aos atrasos de países europeus mais pobres, como Portugal, Grécia, Chipre, alguns países do Leste Europeu e até a Espanha com sua rica Catalunha, isso para poder encaixá-los no bloco da União Europeia. Isso beneficiou os EUA até um certo ponto para adiar o inevitável por algumas décadas, o crescimento do antigo "Império do Centro", que estava decadente desde o século XVIII até a década de 1960, e que vem crescendo a partir daí. Já o Brasil..., coitado, com esses dois últimos governos corruptos e integristas, faz do Brasil o seu papel de país vassalo e pagador de tributos ao império estadunidense, sua chance de fortalecer ao lado do Brics está cada vez distante.

Excelente artigo

O IDEÓLOGO (Outros)

Precisa ser enviado ao guru Olavo de Carvalho, ao Presidente da República, "Messias, aos filhos e ao vice-presidente.

Comentar

Comentários encerrados em 11/03/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.