Consultor Jurídico

Crianças expostas

CNJ manda corregedoria de Mato Grosso apurar desfile pró-adoção

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, instaurou, de ofício, pedido de providência para que a Corregedoria Geral de Justiça do estado de Mato Grosso preste informações a respeito de desfile de crianças que estão na fila de adoção, feito em um shopping center de Cuiabá, na última terça-feira (21/5).

Ministro Humberto Martins deu prazo de 15 dias para a corregedoria se manifestar. Luiz Silveira/Agência CNJ

O evento foi autorizado pela juíza de Direito da 1ª Vara Especializada da Infância e Juventude, Gleide Bispo Santos, e teve o apoio da Comissão de Infância e Juventude da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso.

Ao instaurar o procedimento, o ministro Humberto Martins considerou a competência da Corregedoria Nacional de Justiça para receber e denúncias de qualquer interessado relativas aos magistrados e tribunais e aos serviços judiciários auxiliares (artigo 8º, I, do Regimento Interno do Conselho Nacional de Justiça).

A corregedoria local tem um prazo de 15 dias para prestar as informações. A OAB-MT já divulgou nota se posicionando, mas diversas entidades de classe manifestaram repúdioCom informações da Assessoria de Imprensa do CNJ. 

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 23 de maio de 2019, 20h11

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 31/05/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.