Consultor Jurídico

Ataques à honra

OAB-RS vai pagar danos morais por dizer que juiz achacou advogada em desagravo

Retornar ao texto

Comentários de leitores

5 comentários

O Judiciário, como sempre, mandando e desmandando.

Vercingetórix (Advogado Autônomo - Civil)

Não me surpreenderia se o Conselho Federal da OAB se posicionasse a favor da Magistratura nesse caso. Aliás, é o mais provável, a julgar pelo posicionamento a respeito da hodierna atuação do Supremo Tribunal Federal. Coitados dos advogados de classe média/baixa!

Livre convencimento...

Guilherme - Tributário (Advogado Autônomo - Tributária)

O pior dos corporativismos que se pode ter é o corporativismo da justiça. Pareceu-me que os fatos ensejadores do desagravo estão plenamente provados. Agora, como a prova se destina a convencer o juiz, este se convence se quiser. E não quis...

Segredo de Justiça

Gabriel Diaz Siqueira (Advogado Associado a Escritório - Civil)

Claramente, quando há um Magistrado no polo da Ação, sempre haverá algo de estranho em seu trâmite, que seguirá padrão inusitado e imprevisto.

Qual a razão para manter tal processo sob sigilo?

A luz do dia é o melhor dos detergentes contra abusos e injustiças.

Alô OIT ajude-nos abolir o trab. análogo a de escravos

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

É LIVRE O EXERCÍCIO PROFISSIONAL DE QUALQUER TRABALHO. REPITO: QUALQUER TRABALHO ART. 5-XIII CF. Salve, salve brasileiro!
Pra seu governo o art.133 da Constituição Federal foi um grande jabuti de ouro plantado na Constituição pelo então Deputado Constituinte Michel Temer, um dos Presidentes da República de maior popularidade deste país. Será este o argumento que os mercenários da OAB irão
utilizar junto ao Egrégio Supremo Tribunal Federal para não prestar contas ao TCU? Senhores membros da OIT, OEA, TPI e ONU, a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, trata-se de uma entidade privada, que muda de cor de acordo a conveniência para não prestar contas ao Tribunal de Contas da União – TCU. OAB não tem interesse em melhorar o ensino jurídico, não tem poder de regulamentar leis e não tem poder de legislar sobre exercício profissional. Além de usurpar papel do omisso Ministério da Educação-MEC, OAB para calar nossas autoridades, depois do desabafo do então Presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios - TJDFT, Desembargador Lécio Resende: “Exame da OAB é uma exigência descabida. Restringe o direito do livre exercício profissional cujo título universitário habilita”.
Dias depois, pasme, a OAB, isentou do seu exame caça níqueis os bacharéis em direitos oriundos da Magistratura, do Ministério Público e os bacharéis em direitos oriundos de Portugal, usurpando assim o papel do omisso e enlameado Congresso Nacional. E com essas tenebrosas transações, aberrações e discriminações essa excrescência é Constitucional? Onde fica o princípio da Igualdade insculpido em nossa Constituição? A Declaração Universal dos Direitos Humanos repudia qualquer tipo de discriminação por ferir de morte os direitos humanos.

Fraquesa e submissão

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A OAB/RS infelizmente é fraca e submissa. Magistratura faz o que quer lá, sem nenhum advogado capaz de impor os limites que a lei e a Constituição determinam.

Comentar

Comentários encerrados em 22/05/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.