Consultor Jurídico

Notícias

Gasto não acordado

Juíza nega tratamento para diabética para não desequilibrar plano de saúde

Por 

O fornecimento de equipamento não previsto em contrato de plano de saúde não deve ser concedido por via judicial, pois compromete o equilíbrio no qual o sistema se sustenta. Com este entendimento, a 5ª Vara Cível de Niterói não acolheu pedido de uma mulher que tentava ter acesso a tratamento com bomba de infusão contínua de insulina. 

A autora da ação é portadora de diabete tipo 1, de longa data e difícil controle, e vem por anos tentando controlar a doença por meio de uso frequente de insulina, sem obter o resultado desejado. Segundo seu médico, ela precisa com urgência do tratamento com bomba de infusão contínua de insulina, que custa em média R$ 25 mil. 

Da sua parte, o plano de saúde afirma que o tratamento não está previsto no contrato firmado entre as partes. A empresa disse que gastos não previstos comprometem a viabilidade do serviço para todos os clientes. 

A juíza Sabrina Ouverney Brandão acolheu a tese da empresa. "O que se percebe, diante dos fatos, é que pretende a parte autora cobertura de tratamento com a utilização de equipamento não previsto em contrato, o que não deve ser acolhido, sob pena de comprometer o equilíbrio contratual", disse na decisão. 

Clique aqui para ler a decisão

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 14 de maio de 2019, 7h20

Comentários de leitores

2 comentários

Indignidade!

elimarco (Administrador)

De pleno acordo com o George!
Se a mãe ou um filho dessa senhora estivesse na mesma situação, a sua decisão certamente seria oposta!
Essa decisão não fere apenas o lado humano da questão, evidencia a incompetência dessa senhora em usar o poder que tem de forma ampla, restringindo-se a analisar apenas o aspecto formal da relação!

Indignidade humana

George (Advogado Autônomo)

A sentença seria mesma se a doente fosse parente da magistrada?
obviamente NÃO!
Sensibilidade passou longe, tanto da magistrada como da operadora de Saúde!
obs. Não existe mais qualquer vantagem de se ter um plano de saúde! Caros, não cobrem nada, e se o paciente estiver entre a "vida ou morte", é melhor ser atendido por hospitais públicos, que possuem profissionais mais preparados!

Comentários encerrados em 22/05/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.