Consultor Jurídico

Comentários de leitores

25 comentários

Matéria sem fundeamento com um título ridículo.

Marcel (Estudante de Direito)

Não merece nem ser comentada.

Posição inexplicada do site Conjur

AC-RJ (Advogado Autônomo)

O Conjur poderia explicar aos leitores por que só ele e mais ninguém tem certeza absoluta que as transcrições, a propósito obtidas ilicitamente, seriam verdadeiras. Nem mesmo o Intercept adota esta posição. Seria interessante que o Conjur apresentasse as provas que fundamentam o seu posicionamento.

Em paralelo, há vários sites que estão demonstrando que as gravações teriam sido adulteradas com propósitos políticos. Exemplos:

https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/15297/jornalistas-de-the-intercept-sao-gravados-assumindo-a-adulteracao-diz-site-veja-o-video

https://republicadecuritibaonline.com/2019/06/30/urgente-gravamos-o-intercept/

Procuradores do mal

Eloisa Nascimento (Advogado Autônomo - Civil)

Assim como existem um presidente da OAB ligado ao PT (leia-se Wadih Damous) e advogados com ações e interesses no STF sabujando ministros, existem procuradores contra a Lava Jato. A contaminação atingiu todas as esferas da administração pública. Um (caso JBS) fazia jogo duplo. Esses procuradores representam o lado nego da lei que tomou conta da administração da justiça neste país.

Matéria lamentável

Hyru Wanderson Bruno (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Completamente parcial e lamentável. Tenho de discordar veementemente de tais alegações. E conforme já amplamente rechaçada pelos outros comentaristas, não é necessário maiores delongas para deitar por terra tais argumentos veiculados pelo artigo.

Triste fim

Amazonas2018 (Funcionário público)

Triste fim de uma revista eletrônica. Só falta agora contratar a Maria do Leprosário, a Crazy Hoffman e o Humberto Bosta como "juristas comentaristas".

Igualdade

Gilmar Masini (Médico)

O texto noticiado pelo Conjur é igual ao Vaza Jato : SEM AUTOR e SEM DIREITO À VERIFICAÇÃO.
Depois de um domingo augúrio totalmente voltado pelo povo brasileiro a apoiar um de seus heróis, o Conjur de peito ferido de morte lança um texto sem editor, faça-me o favor, nem para ver o que o pessoal ia falar, É DESACREDITAR UM SITE, PÉSSIMO.
Leiam se quiserem o Discurso de Gettysbur de Abraham Lincoln e vocês verão o que um patriota pode fazer pela sua terra vendo-a destruída e reerguendo-a das cinzas.
https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Discurso_de_Gettysburg?wprov=sfla1

Até a Conjur?

Júlio M Guimarães (Bacharel - Trabalhista)

Perdoem-me a franqueza, mas quando a Conjur começa a dar crédito a um site vagabundo, tendencioso, esquerdopata que divulga informações obtidas ilegalmente, só se pode desacreditar do conteúdo e das opiniões aqui publicadas.
Vamos despolitizar a OAB.

Quem aceita a trucada tem que pagar pra ver...

DrCar (Advogado Autônomo - Civil)

No truco, aquele que aceita a trucada paga pra ver, e se não tem cartas para ganhar, sai derrotado. Aqui, além de só termos "vazamentos" que beneficiariam ao molusco de 9 dedos, não apresentaram as provas ou seja, as mensagens que dizem ter vazado. Nenhum outro condenado preso teve mensagens vazadas, por isso, o crime não é perfeito. Deveria o fofoqueiro intercept brasil, apresenta-las e não o faz, por que não as tem. E chega de ficar espalhando essas fofoca destinadas a libertar o presidiário corrupto.

Só fofocas

Caih79 (Advogado Associado a Escritório - Tributária)

Até agora tudo o que o Glenn Greenvald publicou não passam de fofocas. Ele alega que recebeu de um hacker. Ninguém sabe quem é esse hacker e ninguém pode provar que esse material é verídico. Fica prometendo soltar bomba, áudios e vídeos e até agora só soltou conversas que podem estar sendo inventadas em um editor de texto. Fica fazendo sensacionalismo barato soltando dia sim dia não conversinhas que não tem nada de bombástico. Alegam que um promotor confirma as conversas. Mais uma vez é um promotor que ninguém sabe quem é e que não vem a público. Isso tudo me cheira mal. Só um ignorante para dar crédito a esse jornalista. Até agora tudo isso não passa de fofocas. Me parece que esse Glenn está mais para o João Kléber do jornalismo.

Desafio para Lênin Stálin e suas lenietes!

Antônio dos Anjos (Procurador Autárquico)

Desafio Lênin Stálin e suas lenietes a postar aqui o nome de qualquer membro do MPF que ateste a autenticidade do conteúdo das supostas mensagens.
O que a ignorância dos petistas, psolnhentos e esquerdistas em geral não consegue entender é que todos os envolvidos confirmaram que usavam o telegram, MAS NENHUM CONFIRMOU O CONTEÚDO DAS MENSAGENS DIVULGADAS PELO INTERCEPT!
Terei que desenhar?
Estou rindo muito alto da cara de vocês, falsos juristas que não passam de inocentes úteis.
Da pena ver vocês se afogando nas próprias lágrimas... kkkkkkkkk
É no fim do dia: 1. Bolsonaro fecha acordo histórico com a União Europeia; 2. Sai consagrado do G20; 3. Coloca a Merkel e o Mácron no seu devido lugar; 4. A economia melhora; 5. O Brasil é protagonista no BRICS; 6. Sérgio Moro segue Ministro; 7. E o Lula? O Lula tá preso! B... kkkkkkkk
P.s.: se ninguém lia as porcarias do Lênin Stálin, depois desse episódio patético é que vai encalhar a obra toda...

Os diálogos são verdadeiros

S.Bernardelli (Funcionário público)

UM PROCURADOR JÁ CONFIRMOU QUE OS DIÁLOGOS SÃO VERDADEIROS. Somos nós que estamos RINDO DA CEGUEIRA DE ALGUNS. A meu ver, mesmo os procuradores SENDO CONTRA AS ATITUDES DO MORO ELES AGIRAM COMO CÚMPLICE... Eu penso que, se eles se sentiam tão incomodados POR QUE NÃO LEVARAM O CASO AO CNJ OU AO CNMP? Mesmo que as instituições não aceitassem tal acusação. Tudo isso ficou ridículo. A verdade é que DALLAGNOL, SERGIO MORO E OUTROS levaram a lava jato e a força- tarefa ao fundo do poço. QUANTO PROCURADORA MONIQUE CHECKER, não adianta ela ficar dizendo que não houve tal conversa. Apesar de não apoiar o RUSSO MORO, ela já provou que é uma pessoa que NÃO SUSTENTA O QUE DIZ como (O CASO DO ATAQUE AOS MINISTROS DO STF). O tal procurador está SENDO DIGNO em admitir que aconteceu a tal conversa. Eu penso que os outros deveriam fazer o mesmo. Valendo para alguns procuradores, um erro não justifica o outro, mas se esconder atrás de erros não aceito PELOS PROCURADORES SOBRE O EX- JUIZ É INCOERENTE MUITO FEIO E INDIGNO.

Cegueira deliberada ou má-fé ?

elias nogueira saade (Advogado Autônomo - Civil)

É uma pena, que um "site" jurídico, tenha permitido que o Dr. Lenio se apropriasse da maior parte de seus conteúdos, principalmente de notícias nitidamente falsas e "montadas", hoje desmoralizadas pelo Jornal Nacional (que até hoje também acreditava.

Cegueira deliberada ou má-fé ?

elias nogueira saade (Advogado Autônomo - Civil)

Tudo indica que o autor da notícia, sabia o que seria publicado, vez que, o Jornal Nacional, que até hoje também acreditava naquele "site" contratado pelo PT, atestou que tudo era fruto de "montagens". E, o dr. Lenio, sabia de tudo, ou então foi acometido de " cegueira deliberada", ou efeito "manada".

Os Lênin Stálin são PATÉTICOS

Antônio dos Anjos (Procurador Autárquico)

Rindo muito alto aqui da mediocridade dos que gritam Lula Livre kkkkkkk
Ain, mas o “çerjomoro” trocou zap-zap com o “delanhou”. O “grim uaudi” ganhou um “puliçer” e o Lênin Stálin fez textão no conjur... kkkkkkkkkkk
O “bileite” é verdade. Assinado o “grim uaudi”. Kkkkkkkkkkk
https://www.conjur.com.br/2019-jun-29/procuradora-nao-reconhece-mensagens-grupo-lava-jato
PATÉTICOS E MEDÍOCRES

Falta aos bolivarianos tudo, até a verdade...

Antônio dos Anjos (Procurador Autárquico)

Estou rindo alto da cara dos Lenios e de suas Lenietes.

“Sobre a parte em que o The Intercept diz que escrevi: ‘Desde que eu estava no Paraná, em 2008, ele (Sergio Moro) já atuava assim. Alguns colegas do MPF do PR diziam que gostavam da pro atividade dele, que inclusive aprendiam com isso’, esclareço que, conforme pode ser obtido publicamente dos meus assentos funcionais, durante praticamente todo o ano de 2008 eu trabalhei como procuradora de contas do Ministério Publico junto ao TCE do Rio de Janeiro, cargo que assumi em 2006. Nunca tinha ouvido falar do ex-juiz Sergio Moro, muito menos tive contato com alguém do MPF/PR. Tomei posse no MPF em dezembro de 2008, com lotação numa cidade do interior do Paraná. Da posse, seguiu-se logo o curso de ingresso e vitaliciamente em Brasília, e o recesso judicial, e só fui conhecer alguém do MPF/PR que já tinha trabalhado com o ex-juiz Sergio Moro, ou menção a esse nome, tempos depois. Não reconheço os registros remetidos pelo The Intercept, com menção a minha pessoa, mas posso assegurar que possui dados errados e alterações de conteúdo, pelos motivos expostos acima.” - Monique Chequer (Procuradora da República ).
Se a própria citada nega a troca de mensagens, só a esquizofrenia explica a posição dos Juristas Lênin Stálin.

Passado, presente e futuro

Sandro Xavier (Serventuário)

O site The Intercept Brasil está vazando em doses homeopáticas mensagens trocadas entre membros do Ministério Público Federal no passado, no presente e no futuro.

Como periciar uma mensagem vazada que ainda não ocorreu, tá lançado o desafio.

O melhor analista dessa turma

olhovivo (Outros)

https://reinaldoazevedo.blogosfera.uol.com.br/2019/06/29/com-vergonha-na-cara-todos-os-procuradores-da-lava-jato-pediriam-para-sair/

O ministério público

O IDEÓLOGO (Cartorário)

a cada dia perde a credibilidade.

Mensagens Editadas pelo Intercept

acsgomes (Outros)

O Conjur esqueceu das edições do "material probatório":
https://www.oantagonista.com/brasil/the-aloprado-dossier/
Glenn Greenwald primeiro atribuiu a nova troca de mensagens ao procurador Ângelo Villela, depois disse que seria Ângelo Augusto Costa. A interlocutora, segundo Glenn, era Monique Cheker, a quem o americano atribui lotação na Procuradoria em Osasco – local onde Cheker nunca trabalhou.

Mas quem tem lotação original em Osasco? Justamente o procurador Ângelo Villela, retirado da matéria por “erro de edição”. Villela, como é de conhecimento público, foi preso pela Operação Greenfield, do MPF em Brasília, vendendo informações privilegiadas à JBS.

Tristeza

Marcos José Bernardes (Advogado Autônomo - Civil)

É realmente constrangedor ver neste site, cuja finalidade é ou deveria ser, discutir o direito e a importância do arcabouço jurídico na vida das pessoas, uma atividade puramente ideológica que o cega inclusive em relação ao que prevê o nosso ordenamento. Já aceita de barato, dá como normal, que houve as conversas vazadas, quando os envolvidos não as legitimam. Há que se periciar e legitimar essas comunicações. É o que diz a lei. E, ainda que confirmadas, mesmo assim elas não poderão ser utilizadas, porque são ou foram obtidas ilicitamente. Ao menos até prova em contrário. Essa postura creio que não pega bem ao Conjur.

Comentar

Comentários encerrados em 7/07/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.