Consultor Jurídico

Notícias

Liberdade de Expressão

Presidente da Caixa pede indenização a diretor de associação de empregados

Por 

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, apresentou uma ação de danos morais na Justiça de Brasília contra o ex-presidente da Federação Nacional dos Funcionários da Caixa (Fenae), Pedro Eugênio Beneduzzi, ex-diretor da casa, por injúria e difamação nas redes sociais. 

A ação afirma que Beneduzzi usa o Facebook para postar informações "não oficiais" da conduta da estatal. "De acordo com a Constituição, o cidadão tem a liberdade de emitir suas opiniões. Entretanto, as publicações evidenciam um caráter danoso com críticas ofensivas", diz trecho da ação. 

Segundo a ação, as acusações feitas podem configurar "crime de gestão fraudulenta da Caixa Econômica", uma vez que as acusações afirmam que o presidente da estatal é dono de um outro banco e atua para enfraquecer os produtos e serviços da Caixa. 

"As postagens ofendem a honra do presidente da Caixa e promovem o achincalhamento público com informações equivocadas e erradas", afirma a ação. 

A ConJur entrou em contato com Beneduzzi e seu advogado José Lima, mas nenhum deles quis comentar porque o processo encontra-se em segredo de justiça. 

 é correspondente da revista Consultor Jurídico em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 28 de junho de 2019, 19h59

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/07/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.